segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Terror, realidade ou ficção?


No mundo de hoje, as pessoas estão diferentes...
Parece que perdem a humanidade a cada dia.

Demonstram "devoradores" de si próprios...
Aos poucos vão se destruíndo, e fazendo da história, um verdadeiro filme de terror.
Os telejornais, as telenovelas, a mídia de um modo geral, friamente publicam a "verdade", que dizem ser a verdade que todos querem ver, e que todos querem saber.

Verdades bárbaras que antes só eram vistas nas ficções e no terror imaginário...
E que hoje, como mágica tornam-se realidade.

E´pai matando filho, é filho matando pai...
É idoso, é criança, às vezes numa chacina, é a família inteira?
E por quê?
Por causa das drogas?
Por causa das vaidades humanas?
Por causa do dinheiro?
Por causa do preconceito?
Por causa do racismo?
Por causa da soberba e da ganância?
Ou será por falta de Deus, ou ainda por não seguirem príncípios éticos e morais que norteiam a vida em sociedade, os quais são pautados nos valores universais que se fundamentam no amor, na verdade, na integridade, no bom caráter, dentre outros?

Como sempre, ficam sem respostas as perguntas.
Embora ,seja a busca de respostas às perguntas, duvidas e incertezas o que movimenta a vida.

Penso que todos têm uma parcela de culpa neste atual cenário de terror, no qual vivemos e que somente com Consciência, conhecimento, ciência, sabedoria, religião e ação podemos mudar este cenário.

A começar pela consciência de que do geito que tá, não dá...
Como viver em meio a tanta violência, e incerteza?

O conhecimento pode transformar...
Ele pode levar as pessoas a verem que a coisa tá feia e necessita mudar.
A educação têm o poder de fazer enchergar o que está cubado, a sujeira por debaixo do tapete.
E só ela pode impulsionar para que a faxina seja feita com precisão e agilidade que salve a humanidade.
O mundo atual, capitalista e desumano, esconde as dores, a violência, a fome, a miséria, o desrespeito a vida e à dignidade humana, com falsos sonhos e ideologias, que banaliza o amor, a amizade, o carinho, o respeito e tudo que contrapõe a vida em sua plenitude.

A ciência, precedida da sabedoria, inteligência, religião, ação e do amor, têm o poder de trazer a eqüidade que o mundo e as pessoas precisam, para que o terror, torne-se comédia, ação, romance, etc, alterando este cenário, tornando-o cenário de amor.

Será isto possível?
Eu creio que sim, pois outros maiores que eu, creram também e profetizaram esta mudança.
Um deles, até se entregou na cruz por acreditar que as coisas podem ser melhores.
Ele se entregou por amor...
Na sua entrega, denunciou o abuso do poder dos governantes para com os governados.
Demonstrou que como filhos do Pai, somos irmãos e todos herdeiros desta terra e de tudo que ela proporciona, onde a divisão e tratamento devem ser igualitários.
No seu exemplo diante da cruz, nos mostrou sobre o amor, sobre a entrega na busca de algo maior e melhor, que é uma vida plena e feliz, onde não há dor, não há frio, não há fome, não há nem morte...
E tudo caminha pra isso, e tudo pode chegar a ser esse sonho, desde que este sonho seja de todos e a luta na conquista do mesmo também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário