terça-feira, 31 de março de 2015

De nossos jardins, sejamos bons jardineiros!


O homem feliz é aquele que diariamente
cuida de seu jardim arrancando as ervas
daninhas, plantando flores e cuidando
destas com amor e carinho no trato do
que recebeu das mãos do PAI!.

Já o homem infeliz, é aquele que se perde
ao descuidar do seu jardim para cuidar do
jardim do outro, onde arranca o que julga
ser erva daninha, e tenta plantar o que julga
ser flor, mas no cuidado, segue os mesmos
passos que usa para cuidar do seu próprio
jardim.

Agindo assim, é nítido o resultado caso
o outro aceite tal intromissão, ambos os
homens se tornam infelizes e ambos
os jardins definham.

Caso o segundo homem se mantenha firme,
e sabiamente preserve seus direitos de
jardineiro no trato do seu jardim, perde
somente o primeiro.

Caso o tempo não ensine ao primeiro homem
a enxergar o alto capim que está sobre seus
ombros e encobre teu jardim, e prefira manter
fixo os olhos no jardim do vizinho, o qual julga
as flores e frutos ervas daninhas, será mesmo
o seu fim, até que brotem novas oportunidades.

Às vezes aprendemos com as amizades, erros
e acertos de outros jardineiros... Daí, vale a pena
compartilhar experiências, conhecimentos e
aprendizagens.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

quarta-feira, 25 de março de 2015

No amor, nos tornamos melhores


Não acredito que o amor muda as pessoas, a não ser o
amor próprio, quando percebemos o que nos faz infelizes
e o que nos atrasa e resolvemos mudar!

Se o outro nos ama e se amamos o outro, os amamos e
eles nos amam pelo que são e pelo que somos, e não
pelo que gostariam que fossemos ou pelo que gostaríamos
que fossem.

No convívio a dois, aprendemos sim, a respeitar um ao
outro e a ceder no que não nos faz mal e não nos prejudica
para que o outro se sinta melhor.

Ser neutro para agradar ao outro não é amor.
Apagar-se para que o outro brilhe não é amor.
Deixar de respirar para que o outro respire, não é amor.

Somos seres relacionais e dialógicos.
Diante de conflitos, não devemos temer, nos esconder,
ou nos anular.
Devemos usar da arte do diálogo, da negociação e buscar
o que é melhor para os dois lados, visto que não são
homogêneos.

Conflitos são oportunidades de crescimento a dois.
Às vezes é preciso que um ou o outro ceda, mas numa
eterna gangorra em busca de movimento, equilíbrio e
segurança.

Ora de lá.
Ora de cá.
Mas sem se perderem para que o outro se encontre.
Podemos mudar sim, mas nossa essência deve ser preservada,
foi o que o outro amou em nós, mudarmos, poderia colocar
em risco toda a conta.

Mas podemos, como o rio, nos alargar, nos encher, nos deixar
acrescentar, se agregar, ou findar e secar deixando de existir,
como toda vida antes exuberante e alegre.

Assim como o rio, nas relações, devemos ser flexíveis, sem
perdermos as origens sem perdemos nossas raízes, somos
cultura que se incorporam a outras culturas e nos tornamos
um, só que mais ricos, férteis e possivelmente felizes no
respeito ao outro que parte do respeito a si mesmo e em Deus.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br 

terça-feira, 24 de março de 2015

Com quem andas?


Dizem por aí "me digas com quem andas que direi quem tu és". E muitos defendem esta "máxima" com unhas e dentes. Mas se olharmos atentamente, veremos o quanto esta "máxima", dito popular, é falha e chega a ser mesquinha, a não ser que os seres humanos sejam volúveis, instáveis e manipuláveis. Quem recebeu verdadeira instrução educacional e até mesmo religiosa, livre de preconceitos e visões distorcidas e estereotipadas da realidade e possuem uma base sólida, não saem por aí vestindo qualquer camisa. Podem andar em qualquer campo, ter amigos diferentes, e mesmo assim, não deixarão de ser quem são, se mudaram, não foi por influência, foi por que se revelou sua verdadeira essência. Convenhamos: ninguém vira gay, negro, branco, asiático, indio, deficiente mental (...). Já se nasce assim. Não desviemos o foco do verdadeiro mal na condenação de inocentes. Jesus caminhou no meio dos excluídos, não julgou, não condenou... Acolheu, curou e levou libertação e por incrível que pareça não deixou de ser quem era e quem continua sendo. É fácil ser santo em terra de santo, bem como é fácil amar quem nos ama.

Bora refletir? Abençoada semana gente linda, gente amiga!

By Adalmir Oliveira Campos​
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Por mais tolerância no trânsito


Tolerância no trânsito, abrace esta causa!

Dizem que para toda regra, sempre há uma exceção.
Em grande parte eu concordo, visto que, não há como
homogeneizar o ser humano.

E no caso em questão, o que me motivou a escrever
estes pequenos parágrafos muitos hão de concordar.

Mulher no trânsito é um perigo constante.
Mas há exceções.

Homens não prestam, são todos iguais.
Mas há exceções.

Homens não conseguem fazer mais de uma coisa
ao mesmo tempo, são muito aquém às mulheres,
as quais são multifuncionais.
Mas há exceções.

Motoqueiros ou quem pilota motos são todos
imprudentes e irresponsáveis.
MAS HÁ EXCEÇÕES.

Há várias outras questões onde nas mesmas
"há várias exceções".

Deixei esta do motoqueiro por último, pois vejo
que muitos motoristas de veículos maiores
não estão dando a mínima para os motoqueiros,
fazendo de conta que os mesmos são invisíveis,
isto na ruas, rodovias e estradas.

O código de trânsito brasileiro deixa bem claro
que os veículos de maior porte devem sempre zelar
e pôr em segurança os veículos menores, e também
aos pedestres. Mas na prática, sabemos que ocorre
o contrário.

E é aí, que as leis devem prevalecer.
E é aí, que não se deve ter exceções.

Colocam apelidos em rodovias e trechos onde
há porcentagens grandes de acidentes, como
se os lugares, rodovias e trechos fossem os
grandes vilões, o que na verdade, nem sempre
é a grande realidade, na maioria das vezes, são
imprudência mesmo.

Há veracidade no que diz respeito ao não
cuidado do Estado e municípios nas rodovias,
ruas, avenidas e estradas, muitas vezes mal sinalizadas e
em péssimas condições de uso.

Mas a imprudência não pode servir de desculpas para
este fato.

Ambos, motoqueiros, motoristas de carro, caminhões,
dentre outros, pagam seus impostos, e ambos possuem
seus direitos garantidos por leis, mas é preciso fazer valer
na prática.

Nada de veículos pesados, como caminhões e outros,
ir piscando o farolzinho e ir com tudo, obrigado carros
de passeio e motos irem pro acostamento, para que possam
ultrapassar, ou invadir a pista contrária.

Quem pega rodovias como a 365 diariamente vê muito destas
irregularidades, e os carros de passeio, a serviço de órgãos
públicos e bem como carros de aluguel, ou táxi também
cometem muitas imprudências, e muitas vezes obrigam os
motoqueiros a andarem no acostamento (quando há), correndo
risco de atropelamentos a ciclistas, e pedestres (andarilhos)
que são muitos em qualquer época e acentuam-se em épocas
de festas regionais (romeiros).

As regras para ultrapassagem são as mesmas para todos os
veículos automotores, e não deve haver EXCEÇÃO, a não ser
nos casos previstos por lei.

Ver se o local é apropriado à ultrapassagem, com análise às
faixas, às placas, a pista contrária estar livre, sinalização
indicativa que se fará uma ultrapassagem, alerta ao motorista
da frente com piscar de faróis e ou leve toque na buzina, indicando
a intenção de ultrapassagem, ir para a outra pista, fazer a ultrapassagem
e retornar à pista de origem o mais breve possível, com o máximo de
segurança.

Mas as pessoas tem feito totalmente o contrário, e nenhuma
punição tem ocorrido, e muitas vezes quando morrem os motoqueiros,
ou estes são envolvidos em acidentes, devido à fama de irresponsáveis,
acabam levando a culpa, mesmo estando certos.

É importante salientar que ao ultrapassar um motoqueiro, deve-se
agir como se estivesse ultrapassando um carro, ou caminhão, e etc.
Sempre sinalizando,  o que alerta aos carros de trás sobre sua
ação.

Em estradas esburacadas, dirigir com prudência e em velocidade
reduzida, evitando sair da pista a todo momento e assim invadir
a pista contrária, e quando necessário esta opção, observar se a
outra pista está livre, sinalizar a sua intenção para que os carros que
estão atrás sejam alertados, e voltar imediatamente para a pista de
origem, em caso da vinda de carro na pista contrária, o melhor a fazer,
é reduzir, sinalizar para o acostamento caso tiver e desviar do buraco,
caso não aja acostamento, passar por sobre o buraco mesmo, evitando
assim uma possível colisão.

Se as leis de trânsito fossem seguidas sem exceções, a não ser em
casos extremos, onde infligir estas leis venha a evitar um mal maior, a
PAZ NO TRÂNSITO seria uma realidade.

Tolerância no Trânsito, abrace esta causa!

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Simples visões, traços de felicidade!


Queria poder contribuir com certas visões, de coisas
simples, e que passam desapercebidas, mas que
são verdadeiros espetáculos.

A cada dia Deus nos presenteia com coisas simples,
para alguns insignificantes, mas para outros, verdadeiro
sentido de felicidade.

Uma flor em meio ao mato no cerrado.
Uma estrela cadente.
Um pôr do sol visto em um lugar diferente e inusitado,
noutros planos, em um outro estado.

São oportunidades...
São momento únicos...
Alguns fenômenos podem até se repetirem, mas a
cada repetição, são novos fenômenos, nenhum é
igual ao outro.

Hoje, agorinha, pude deslumbrar-me de um céu
azul, límpido em algumas partes, nublado em
outras e nevoado num tom rosa sem igual, a
se completar a bela paisagem com uma estrela,
do meu ponto de vista, um pouco abaixo da lua,
e esta última brilhando e formando uma bela
tela, que trazia texturas e formas tênues e suaves,
chapiscados de brocados e Glitter.

Penso que Papai do céu estava bem inspirado hoje,
ou é certo, que o esteja todos os dias, e eu hoje estava
na mesma sintonia.

São raros momentos assim, e com o expandir das
cidades e metrópoles, vão se tornando mais raros ainda.
São um convite a pararmos com esta pressa inconsciente
ou até mesmo consciente de viver em prol de um sistema
que nunca está satisfeito, que nunca se completa e que
nos tornam seus iguais, nunca busca que nunca cessa.

A felicidade não está no que há de vir, ela está no momento
presente em que vivemos, seja no trabalho, no trânsito, no
lar, ou onde for... Só quem consegue se aperceber dos
pequenos detalhes e que a notam e tomam posse dela.

Uma boa história nunca começa de fora para dentro, muito
pelo contrário, ela começa no interior, em um mundo muitas
vezes pouco explorado chamado de "nós mesmos", o "eu"
que muitos de nós não conhecemos, e permanece desconhecido
por vezes uma vida, e se vai, vazia, neutra e infeliz.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

domingo, 22 de março de 2015

Cadê a ação?


Não é colocar o livro debaixo do braço
e sair no sol quente todo engravatado
que vai ti proporcionar o céu.

É a leitura do mesmo, desprovida de
preconceitos puramente humanos e
guiados pelo Espírito Santo, e vividos
nas tuas ações, acompanhados de sua
fala e na entrega voluntária e gratuita.

Ser um fiscalizador e juiz da vida alheia
a nada leva, a não ser ao distanciamento
de Deus e da pessoa de si mesma.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Involução?


Engraçado a vida não é?
Dizem que temos evoluído um tanto!

E é certo que em partes o temos sim.
Mas tem sido no que possuímos, no que
o poder econômico nos permite comprar, no
puramente material neste mundo, no
que se pode pegar e tocar, por ser concreto
e palpável.

Os carros e motos, a cada dia mais velozes,
e com designer de tirar o fôlego e alegrar a vista.
Telefones celulares, Smartphones e computadores
casas, aeronaves, máquinas e muito mais...

E o humano?

Acidentes, catástrofes as mais diversas,
pai matando filho, filho matando pai, guerras,
violência, corrupção, roubos, balas perdidas,
intolerância, banalização do humano e da vida.

E a culpa é de quem?
De novelas tipo Babilônia, ou de falhas na educação
que vem de berço?

"Mostre o caminho ao seu filho e filha, e eles
nunca se desviarão dele", se desviam, é por que
houve falhas na educação e não houve aprendizagem.

Do que adianta carros e motos modernos,
espaçosos, de designer avançados, tecnologias
abundantes se botam seres completamente
irracionais, egoístas e sem coração dentro deles?

Não há melhorias nas rodovias, radares, multas,
punições e duplicações que resolvam.

Carros pilotados por estes irracionais, desprovidos
de humanidade, parecem não terem setas, freios,
regulagens para luz alta e luz baixa, e buzina.

Semáforos, sinais de PARE, faixas de pedestres e
placas, para estes, parecem invisíveis, e ou inexistentes,
e o mundo à sua volta um depósito de lixo.

Terno e gravata, status e poder não são significações
de evolução e nunca serão...

A verdadeira evolução acontece na simplicidade de corações,
espíritos e almas que compreendem que quão mais poderosos
se tornam, maior se torna a sua responsabilidade em melhorar
o mundo e a vida das pessoas.

Não são as ruas, avenidas, rodovias e trevos que são da morte
ou de morte... São as mãos por detrás dos guidões e volantes,
na sua constante pressa, rumo à evolução e ao vazio que muitas
vezes é conquistado previamente através de acidentes e mortes.

By Adalmir Oliveira Campos​
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Outono


A música embala a noite.
A chuva fez seu papel durante o dia.
Não que devamos reclamar, pois não
podemos mesmo.

Mas já estou com saudades do SOL.

Outono chegou com tudo...
Um mister de verão e inverno!

Na verdade, está mais para inverno do
que para outono.

Mas vamos que vamos, e em frente sempre.

O farol que nos norteia é bem mais que o
sol, e se emociona quando nos reciclamos,
tipo assim, quando limpamos nosso interior
e enchemo-nos D'Ele.

É certo que nosso destino é para sempre
Junto D'Ele, mas antes, precisamos nos
lavar dos preconceitos infundados que nos
distanciam como irmãos.

Longe da carne, o que seremos um dia?
Energia e luz, e esta, não tem sexo, nem
cor, nem status ou posição social.

Mas para alcançarmos este estado de graça,
muita chuva, muito sol, muita poeira e pedras
no caminho, bem como alegrias e tristezas,
sonhos e realizações teremos que passar.

Mas está escrito, seremos um com o Pai.
Ele não têm preferidos, Ele a todos acolhe
no tempo que é de cada um florescer.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

No ritmo do coração


No ritmo do coração deveríamos seguir a
vida, num ritmo continuo, vívido e pulsante.

Tipo um pacto de sangue, sem os stresses
e correrias dos dias turbulentos em que temos
vivido nesta busca de "evolução" assustadora
a que somos moldados a seguir e a buscar.

Agitação demais faz o coração parar.
Agitação demais nos faz dispersar dos nossos
verdadeiros caminhos e aborta a vida.

A evolução ocorre por dentro e jamais no mundo
exterior. Não há como medir nossa evolução pelos
meios de comunicação, pelos meios de transportes,
pela ciência, pela moda, pelo din din ou dólar (...) ou
por tantas cousas que dizem por aí ser evolução.

A evolução se alcança quando se refina o espírito,
a alma e o eu interior. O que verdadeiramente somos
e  o que verdadeiramente nos tornamos.

Ritmo e sequenciação.
Trabalho, movimento, ação.

Entrega constante e trabalho em conjunto, onde
se reconhece a própria importância e a importância
do outros nas engrenagens que não podem parar, onde
a falta ou falha de um compromete todo o restante.

Se achar melhor do que os outros é efeito colateral
na certa, a vida se processa na importância de cada
um, se um se esforça mais do que o outro, ou por
orgulho e egoísmo deixa de se esforçar, a vida tende
a perecer e o caos se instala, e a morte vem.

Para que o coração e tudo mais funcione corretamente
e promova a vida, é necessário que todos trabalhem
a seu tempo, no mesmo ritmo e melodia que exige a
vida no respeito a cada "engrenagem" em seus ritmos,
diferenças, aspectos e modos de ser.

By Adalmir Oliveira Campos

adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Agradecimento


Nem tudo são estrelas.
Nem tudo são mar de rosas.
Nem tudo são nuvens de algodão.
Nem tudo são fantasias e felizes
para sempre...

Mas em tudo, mesmo não sendo
o perfeito que sonhei, o perfeito
que desejei, Dou graças ao Senhor!

Pois são semeaduras divinas para
que eu colha o que Ele melhor tem
preparado para mim.

OBRIGADO SENHOR!

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

quarta-feira, 18 de março de 2015

Onde estão as formas de tratamento?


A pouco tempo havia as Formas de Tratamento.
Eu até discordava em certo ponto.
Pois penso que uma pessoa deve fazer por
onde para ter respeito e ser chamada de
senhor ou de senhora, e assim por diante.

Mas sempre achei respeitoso e de bom tom
os seus usos para com os mais velhos, para
com os pais e para com as figuras de autoridade.

Mesmo que seja para chamar a atenção, ou
reivindicar algum direito, pedir que se faça justiça,
as formas de tratamento o faz de modo educado
e respeitoso e não agressivo.

Antes de sermos doutores,
antes de sermos presidentes,
antes de sermos um mendigo,
um doente mental (...) somos
seres humanos, e não importa em qual condição
estejamos, sejam nas pessoas de boa índole,
ou sejam nas pessoas de má índole, é preciso
preservar o respeito para com o humano que
habita em cada um.

O mal deve sempre ser condenado e punido
com rigor dentro de leis sensatas, que verdadeiramente
eduquem e promovam seres humanos melhores, mas
que nunca se perca o foco de que sem o apuramento
da "verdade" e posse do veredicto, todos são inocentes.

Deus nos renova as chances de sermos melhores
a cada dia, quem somos nós para negarmos aos nossos
semelhantes tais oportunidades.

Jesus era carpinteiro inicialmente, e é certo que em
sua concepção "pau que nasce torto, se endireita",
às vezes é demorado, exige paciência e investimentos,
e às vezes chega às últimas esperanças, mas um dia
a graça acontece.

Assim como as formas de tratamento podem contribuir
para um mundo de relações e convivência melhores entre
os seres humanos, as palavrinhas mágicas também, as
nossas crianças e jovens vem sendo conduzidas sem
orientação, carregadas de preconceitos, revoltas, almas
frias, entre ações e viveres egoístas, onde o mundo gira
ao seu redor.

Muitas vezes incapazes e ou até ensinadas  a impor,
e não pedir, a gritar e não falar, a ordenar e jamais
agradecer, a falar e não saber ouvir, a receber e
jamais retribuir... Sendo seus irmãos, coleguinhas,
professores, pais, familiares e a sociedade um
joguete, onde o humano se torna cada vez mais banal,
e descartável à medida que não satisfaça seus interesses.

Já dizia meus avós, e os avós destes, e os que vieram
antes destes (...) "É de pequeno que se torce o pepino",
"educação vem de berço", e "água mole em pedra dura
tanto bate até que fura", "educai as crianças hoje, e não
será preciso punir os homens de amanhã".

Educação, é o maior bem que um pai ou mãe, avô ou
avó, família ideal ou família real pode oferecer...

Bens materiais são consumíveis, perdem valor, pena ser
um dos maiores investimentos da atualidade. Já os bens
educacionais e espirituais são eternos e trazem verdadeira
riqueza e felicidade, talvez seja por falta destes que em tamanha
evolução, encontramos tanta dor, sofrimento, guerras e desamor.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Evoluir significa tantas coisas...


Acredito que quando se evolui, o corpo e a alma se tornam
mais leves, e o viver também.

Acredito que quando se evolui, o mundo já não gira em torno
de si, e o outro se torna espelho.

Acredito que quando se evolui, vale-se pelo que se é e não pelo
que se tem.

Acredito que quando se evolui, uma casa, um carro, o dinheiro,
o poder, são extensão do próprio corpo, um templo sagrado,
onde não cabe o desrespeito, e se faz forte a máxima "amai a
Deus e aos seus semelhantes como a si mesmos".

Acredito que quando se evolui o mundo se torna pequeno para
o tamanho que nos tornamos e então nos resta o céu.

Acredito que quando se evolui entende-se o quão curto é a nossa
passagem terrestre, a qual implica em "ser" e não em "ter", onde
posição social e Status, é meio de conduzir as ovelhas desgarradas
para um pasto verde, farto, onde correm belos rios, mana leite e
mel, e o maná cai do céu, e Deus se sente à vontade para habitar
no meio de nós.

Acredito que quando se evolui, a felicidade flui na simples consciência
de que para viver neste estado de plenitude não é necessário esforço
algum, pois a felicidade não se constrói, nem se conquista, ela pousa
sobre nós quando passamos a dar valor em tudo e todos que nos rodeiam,
verdadeiro motivo para eternos sorrisos.

Acredito que quando se evolui, percebe-se que a vida é o maior presente,
o maior dom, a melhor oportunidade, bem como o outro, o que dá mais
sentido ao caminhar lado a lado, se possível de mãos dadas, e olhares
fixos no que só tende a se expandir num belo conto de fadas, só que
real.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

sábado, 14 de março de 2015

Eu sou X Eu estou


Eu sou o presidente.
Eu sou o prefeito.
Eu sou o vereador tal.
Eu sou o juiz.

EU SOU.

Status não tem nada a haver
com quem a pessoa é.

Lamentável quem pensa assim.
Pensamento este que limita a
inteligência de alguns que se
encontram na posição  x ou na
posição y no mundo do trabalho,
na política, na religião, no lar (...).

Este reles pensamentos, a muitos
dão a ilusão de seres onipotentes e
onipresentes, oniscientes, verdadeiros
deuses terrenos e mais ainda,
insubstituíveis.

Muitos se deixam levar pelo status,
e abusam da autoridade ora outorgada,
pisam literalmente em seus "subalternos"
com palavras e muitas vezes a força
das mãos, insistindo em fazer o que
pensam ser o correto, não pensando
na maioria das vezes os reais objetivos
de seu cargo e função os quais exerce
no mundo.

E assim, fazem o mundo girar ao seu
redor, e depois se perdem e perde-se o
mundo por estes governados.

Se lhe tiram a profissão, se lhes puxam
o tapete, se o mundo lhes fecha as portas,
simplesmente definham, pois como se
acham os tais, não entendem que no mundo
há mudanças, e volta e meia, os lugares
são trocados.

Por isso a importância de entender que
não somos o cargo ou função que ocupamos,
e sim que estamos em um cargo ou função
que ocupamos.

O correto seria: Eu estou presidente,
eu estou prefeito, eu estou vereador,
eu estou juiz, e assim por diante.

Bem como eu trabalho em prol de uma
causa, sozinho não posso nada, com
o outro podemos sempre mais, pois o
trabalho nada mais é do que promoção
de um mundo melhor e mais digno para
todos os seres humanos e viventes,
caso contrário que utilidade teria?

O que somos, é algo inseparável de nós,
ninguém nos tira, está interligado
intensamente à nossa essência.

Podemos deixar de estar em qualquer uma
destas posições, até a de ser pai, mãe, avô,
avó, mas jamais deixamos de ser nós
mesmos, mesmo estando desprovidos do
que o mundo tem a oferecer.

Somente desprovidos de tudo o que o mundo
tem a oferecer, que nos mostramos melhor,
o que justifica que a beleza só nos interessa
e importa nos primeiros quinze minutos, o que
vem depois, ou seja, é o que realmente somos,
e o que realmente temos a oferecer, o que nos
atrai, ou nos afasta do outro de acordo com
as afinidades.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

sexta-feira, 13 de março de 2015

Feliz sexta-feira 13


Não é a sexta-feira 13 que trás
azar, maldições e coisas maldosas
pra vida.

A maldade está no coração humano,
na língua que não sabe se controlar,
na maledicência, na inveja, no querer
e achar que, "o que é do vizinho que
é o melhor".

Coitado do gato preto.
Coitado do coelho que perdeu a sua pata.
Coitado dos morceguinhos e aranhas,
serpentes e sapinhos.

São apenas bela parte da natureza,
que em suas verdadeiras intenções
nunca põem maldade, esta, é do gênero
humano que se deixa guiar pelas más
inclinações, estes bichinhos, só se armam
para auto-defesa e alimentação, seguindo
o ciclo natural.

Sexta-feira 13 não é nada mais nem menos
do que outras sextas-feiras...

No coração daquele que tem Deus em seu,
sexta-feira 13 é um dia de bençãos,
oportunidades e milagres como outro qualquer.

Deus jamais permitiria um dia para se devotar
ao azar e ao mal. Mas deixa cada um livre
para seguir seu caminho e fazer sua história.

By Adalmir Oliveira Campos​
adalmir-campos.blogspot.com
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

quinta-feira, 12 de março de 2015

Amor em trânsito


Amor a dois é assim, dá certo como no
caso das leis de trânsito, quando há o respeito
a certas regrinhas que não podem passar
desapercebidas, pois caso contrário, é batida na
certa.

Há os que saem feridos.
Há os que morrem.
Há os que ficam com sequelas pelo resto da vida.
Há aqueles que ficam com ódio no coração.
Há aqueles que não estão nem aí.
Há aqueles que nunca mais se arriscam a pegar a
estrada e a se entregar ao amor.

Bem como há aqueles que (...) seguem felizes e
de bem com a vida, seja em estradas esburacadas,
seja em asfaltos lisinhos, seja em estradas de chão,
seja sob chuva, sol ou neblina, e sempre encontram
tempo para apreciarem o arco íris, pois buscam
viver em equilíbrio.

Não são as rodovias que são "da morte".
Não são as pessoas que são sem coração.

No primeiro e no segundo caso, quem sai fora
da linha geralmente não possuem nem amor
próprio, e em busca deste, costumam dar
algumas barbeiragens, pena que cada burrada
que se faz, respinga em gente inocente.

Muitos sofrem.
Muitos se perdem.
Muitos morrem.
Ainda bem que por sorte, ou milagre,
muitos se salvam.

Aí, só o tempo e o bem querer para
curar as dores dos que ficam, e levar
a salvação aos que se foram.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

segunda-feira, 9 de março de 2015

Alertas!


A culpa pode distanciar as pessoas de Deus,
assim como o medo  e ansiedades.

Mas se bem trabalhadas, realizam o contrário.

Funcionam como a dor em nosso organismo,
nos informando de que algo não vai bem, de que
precisamos de ajuda e de possíveis mudanças
em nossas vidas para alcançarmos a paz e a
prosperidade em todos os aspectos.

Não são o julgamento e condenação impensados
carregados de preconceitos, irracionalidade
egoísmo e má fé, que nos alertam e nos colocam no
caminho do que Deus propõe ser o melhor para
nós, e sim a Sua Aceitação e Amor Paternal.

Deus não faz de nós marionetes.
Ele nos concedeu inteligência e consciência
para podermos tomar as melhores escolhas
para construirmos um mundo melhor, e sermos
pessoas melhores a viver neste mesmo mundo.

O fim, é só um, nós com Ele.
É certo que sendo humanos, somos seres
passíveis de erro, e Ele sabe disto...
Mas como bom Pai, não pune e sim, orienta,
semeia em nossos corações e aguarda a colheita.

E é certo que sabe que tipo de frutos cada um
dará!

Neste invólucro, nesta lâmpada em
que estamos depositados, não passamos de
reflexos da perfeição que vem do Pai, mas quando
rompemos o mesmo e expandimos, o milagre
acontece e não podemos mais nos esconder
da nossa verdadeira essência e raiz.

Às vezes, é quando tudo se torna claro e realmente
a vida que vivemos FAZ SENTIDO.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Prosperar não é pecado


Não há pecado algum em querer riquezas,
prosperidade e  o que de melhor o mundo
tem a oferecer.

O mal, está em fazer deste, um fim em si
mesmo, na satisfação egoísta, onde ostentar
e possuir coisas/ "ter" são as únicas "coisas"
que importam na vida, em detrimento do "ser".

Nossa missão maior, é ser feliz, buscando
viver o mais dignamente possível e buscar
levar isto adiante.

Aliás, somos uma grande Família, a
FAMÍLIA HUMANA.

No mundo não há miséria e escassez,
há sim, muito egoísmo e má distribuição
das riquezas, as quais, são de todos por
herança.

Afinal, um só é o Pai.
A terra uma moradia, e nós, uma
família!

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Comércio da fé


Igreja e fé viraram comércio.
Não sacrificam e imolam animais como
tempos de outrora.

Mas sacrificam pessoas inocentes que
buscam por socorro, salvação, libertação
e cura.

Perdidos nas misérias impostas por líderes
corruptos e lobos em peles de cordeiro, são
presas fáceis.

A alienação está por toda parte.
Fervorosos na fé, milhares de pessoas
buscam ir de encontro a esta única luz ao
fim do túnel.

E muitas vezes são depenadas em nome de
um deus que não é o Deus que buscam, ou
que ouviram falar, pois este não cobra pelos
"seus serviços".

A desculpa sempre caí nos gastos com a igreja,
os quais são sempre maiores a cada dia, e
infelizmente, só enriquecem os "comerciantes
de gravata" que dizem ter por patrão a deus.

O mesmo ocorre com os vendedores de sonhos,
de ilusões e doutores do segredo e da auto-ajuda.

Mas não temas.
Deus está contigo!
Escute-O e busque encontrá-Lo no exemplo e
frutos dos que pregam suas Boas Novas.

Só nestes exemplos e frutos, descobrirão
aqueles que realmente são tementes a Deus
e buscam realmente criar espaços que levam
a Ele.

Ações e palavras devem andar de mãos dadas,
se não, não passam de demagogias em pó
lançadas ao vento.

By Adalmir Oliveira Campos​
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

sexta-feira, 6 de março de 2015

Os esqueletos, com o tempo também se vão!


Do que adianta o terço na mão.
Do que adianta a Bíblia debaixo do braço.
Do que adianta ir à igreja de segunda a segunda.
Do que adianta dobrar os joelhos no chão.
Do que adianta toda esta pose de "santinho e
de santinha" se o seu viver é totalmente contrário
à imagem que agarras e divulga sem pudor?

Se custa a esperar para se colocar a observar
os outros e a julgar constantemente.

Se custa a se segurar, e volta e meia sai por
aí a espalhar fofocas e notícias da vida alheia.

Se busca evoluir a todo custo, mesmo que para
isso, seja necessário "pisar" em outras pessoas,
levando-as ao sofrimento e dor.

Se ti pões em pedestais e se julga melhor do que
outrem, quando na verdade não passam de abutres
em busca da infelicidade alheia.

Para você, somente um lembrete, por debaixo da carne,
somente esqueleto...

Esqueletos não possuem sexo. Esqueletos não
possuem nomes. Esqueletos não possuem
dinheiro, status ou poder, esqueletos não se alimentam,
não precisam agasalhos, nem tão pouco de computadores,
internet, tecnologias diversas como os celulares.

Agora, o que sobra e a terra não come,  o que muitos dizem
nada haver, é o que conta no pós morte...

E lá, sem sombra de dúvidas,  o que conta é o que se é.
Do outro lado, já não se suportam as aparências, já não
cabem mais as máscaras, demagogias, promessas vazias,
santos de pau oco, lobos em peles de cordeiro. (etc.)

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Efeito bumerangue!


Naquela hora, deu vontade de xingar.
Me emudeci.
Fiquei ansioso eu confesso.

Lágrimas somente não caíram pois
não queria que vissem minha fraqueza
ali exposta, para que pudessem dela
se alimentar.

Infelizmente esta é a "sina" de algumas
pessoas, se alegrar com a tristeza dos outros.
Triste, mas é uma realidade.

Eu podia ter jogado pedras.
Eu podia ter devolvido na mesma moeda.
Eu podia ter gritado, dado uns murros no
balcão.
Eu podia ter feito tantas coisas!

Mas somente engoli todas as vontades,
todos os meus "podias" e deixei escapar
um muito obrigado! Como se devêssemos
agradecer por sermos humilhados.
Foi o meu melhor naquela hora!
Dito isto, dei de costas.

Senti a energia da pessoa vindo sobre
mim, senti-me tonto até, como que indo
à nocaute, "gratuitamente" a nocaute.

Embora enraivecido pela falta de
respeito com que fui tratado por
uma "colega" de trabalho, só pude
ao chegar em meu canto, me assossegar
e pedir a Deus que a abençoasse, e que
me desse as condições necessárias
para me acalmar e não entrar naquela
onda de desamor...

Não sei, mas me veio à cabeça que
naquele momento aquela pessoa precisasse
mais de orações e de um milagre do que eu.

Querer-me inimigo, já perdeu!

Rezo por todos para que sejam muito felizes,
pois se estes se libertam, também libertam
aos outros. Se estes estão felizes, pela lógica,
espalham felicidade... Se estão em paz, presam
pela paz. (etc.)

Cada um dá o que tem de melhor.
Alguns dão rosas, outros dejetos humanos!

Mas sorrindo ou chorando, somos obrigados,
a seu tempo, ou no tempo, colher o que damos,
o que semeamos, os jardins que plantamos,
ou as fossas que cavamos.

Mas Deus em sua compaixão e misericórdia,
usa do tempo, da vida, desta escola que é
a vida e salva a todos! Somos santos, porém
somos também pecadores... isso só tem uma
explicação, somos gente, somos humanos,
somos de carne e osso.

Um dia, estes que nos apedrejam, estarão
lado a lado conosco na escala da evolução,
quando reconhecerem a sua pequenez, é
que verdadeiramente se tornarão grandes aos
olhos nossos e aos olhos do Pai.

Custa perdoar...
Mas é necessário o perdão.
Na verdade, ele também faz muito bem a nós.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

quarta-feira, 4 de março de 2015

Banho de ouro


Era uma manhã como outra qualquer.
O sol, em mais um nascer como outro
de outros dias.

Mas acredito que o olhar de hoje foi
diferente, ao menos houve uma pausa
neste olhar em observação, mesmo
estando em alta velocidade e atenção
no caminho em frente.

O sol veio meio que dourado, brilho
intenso, e o dia veio surgindo...

Deu a entender que o sol vinha cobrindo
as paisagens de um tom sem igual, num
banho de ouro fino e suave que percebe-se
a riqueza mesmo sem interferir nas outras
cores da natureza.

Louvei ao Senhor por ter tido esta
oportunidade.
Louvei ao Senhor por meus olhos.
E mais ainda agradeci pelo belo
e único espetáculo, aos quais muitas
vezes passam desapercebidos nas
preocupações que o mundo trás.

Deus nos deu tantas riquezas.
Deus nos deu tantas maravilhas.
Deus nos presenteou e nos presenteia
dia a dia, e muitas vezes insensíveis
nem percebemos.

O trabalho, as rotinas, as "sinas"...

Estes, nos comunicam que não há
tempo, e nos cegam às verdadeiras
riquezas que Deus e a vida nos
proporcionam.

O sorriso do filho e dos entes amados.
Aquele abraço gostoso e apertado.
O carinho matinal, e no decorrer do
dia. As palavras que demonstram
atenção.

Tudo acaba ficando para depois.
Tudo acaba se empoeirando à
espera do espanador.

Salve Deus, se não salva, muitos
perdem a vida sem terem vivido
as verdadeiras belezas e importâncias
dessa breve passagem, a qual muitos
comparam a uma brisa ligeira, a uma
neblina sorrateira, a um arco íris em
tons pastéis.

Há mais do que possas na terra
possuir, e tesouros que possa
amontoar. Há mais do que possas
imaginar e que todo o dinheiro que
ganhe possa comprar.

Mesmo que não vejas:
Flores nascem todos os dias.
Há estrelas em noites claras e escuras,
onde brilham todas as luas, sendo
a mais bela, a bem cheia.
Há orvalhos, pequenos diamantes.

Há muito e muito mais!
E são muito relevantes, pois em sua
simplicidade e gratuidade, geram
algo sempre inusitado...

Verdadeiras gestações, fins, começos
e recomeços de felicidade.

By Adalmir Oliveira Campos.
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br