quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Sou desconfiado, e faço bem


Eu sempre desconfiei de pessoas que se acham o bam bam bam.
Eu sempre desconfiei de pessoas que se acham perfeitinhas.
Eu sempre desconfiei de pessoas que se dizem incorruptíveis.
Eu sempre desconfiem de pessoas que se colocam em pedestais
e se põem como melhores do que as outras.
Eu sempre desconfiei de pessoas que se dizem santas, impecáveis
extremamente honradas, e etc..

Não que eu seja a favor de pessoas com auto-estima baixa,
muito pelo contrário. Sabe por que desconfio de pessoas assim?

Simplesmente por que elas não existem.
Portanto, certas pessoas não existem para mim, quem dirá me
representarem enquanto líder seja político ou religioso.

Não que com isso eu seja a favor da corrupção, ou de que as pessoas
se achem assim, eu somente penso que elas devem ser transparentes
e livres de máscaras, principalmente se forem pessoas públicas.

Não podemos negar a nossa humanidade, a nossa pequenez
diante do Desconhecido.

Errar é humano, não que para ser humano seja preciso agir e viver
no erro e sim entender que na vida vamos de experiência em
experiência, adquirindo experiência.

Experiências resultam saldos negativos.
Experiências resultam saldos positivos.

O sábio sabe tirar de cada experiência  o que precisa para dar o
próximo passo e não nega a si mesmo as ações que  o levaram às
resultantes negativas.

O que o torna sábio é ser humilde para reconhecer as suas falhas
e se colocar na luta para superá-las e se possível superar a si
mesmo, sem que para isso necessite "desabrigar" aos outros.

Pessoas de bem vivem  o bem principalmente nas suas atitudes.
Estas falam por si, elas não precisam ficar se justificando a todo
momento.

Pessoas de bem são humildes como os sábios e se veem como
seus semelhantes e zelam pela coletividade, antes às vezes de
zelarem por si mesmos, jamais buscando se beneficiar da
simplicidade e estado de dormência de algumas pessoas por
acontecimentos sociais, políticos e religiosos.

Pessoas de bem possuem um jeito diferente de caminhar e
o brilho é conhecido no olhar.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário