quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Em busca do amor...


Busco um amor.
Amor ireal
Que me leva ao céu,
Pequeno imortal.

Numa transa intensa...
Fagulhas.
Beijos...
Carícias.

Amor que faz das primícias
Algo quente...
Entorpece a alma sedenta do êxtase.

Busco um amor diferente
Que arrebate o descrete.
Que faz do ireal
Transparência.
Confusão apagada...
Distinto, rosto amada.

Ilusões...
Fantasias...
Devaneios...
Descaminhos.

Busco um amor.
Amor ireal.

Amor que é o meu
Na busca do seu.

Amor que completa,
Que preenche o vazio,
Que encerra a procura do amor ireal
Que se faz na verdade.

Minha pele na sua...
Suor...
Beijos...
Carícias...
Colados no cheiro
Das almas,
Magia real.

Busco um amor sem igual.
Amor que é o meu,
Amor que é o seu.
Amor ireal... Real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário