segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Elos quebrados...


Nem sempre os compromissos feitos são levados até o fim...
Na busca constante de felicidade, muitas vezes mudamos de caminhos,
Sempre na esperança que seja o melhor para todos...

Erramos...
Erramos...

Mas sempre com a intenção de acertar...
Até que um dia consigamos.

Mas outros sonhos virão, outras lutas, outras conquistas
As mais diversas, às vezes um novo amor...

O sofrimento às vezes é inevitável...
Mas cabe a cada um permiti-lo
Ou não em suas vidas...
Dando força ao mesmo num processo
Continuo de dor, ou encerrando o mesmo
Na busca da superação.

Ver alguém sofrer por consequência
De nossas atitudes em querer viver
Plenamente a vida às vezes gela a alma
E entristece o coração.

Mas, a escolha por viver em
Sofrimento, é pessoal e intransferível.

Sabe-se que nem todas relações têm um final feliz.
Nem todos os amores dão certo...
Nem todas as amizades correspondem
Do mesmo modo segundo os interesses
Pessoais e coletivos.

São tantas indagações...
São tantos os por quês...

E esses fenômenos ainda permancem sem respostas.

Muitos relacionamentos começam...
Enquantos outros encontram o seu fim.

E para onde vai o amor?
Como "na natureza nada se perde e tudo se transforma",
O que é desse amor?

Será algo acabado, sem valor e vazio?

Será ressentimentos, mágoas e ódio?
Será choro e ranger de dentes?

Ou será o contrário de tudo isso?

Respostas a tantas indagações
Sofrem variáveis, as quais depedem
Das atitudes e comportamentos
De todos que se envolvem em conflitos,
Que se definem nas consequências
As mais diversas, sejam para o bem o para o mal.

Tudo, é questão de escolhas de quais atitudes
E ou comportamentos serão adotados perante as experiências
Que todos seres humanos estão sujeitos todos os dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário