terça-feira, 22 de junho de 2010

Prefiro te amar...


Você, têm o sabor do pecado.
Te amar é o pecado que eu quero pra sempre viver.
Bobo  fui eu,
Que a alguns anos atrás...
Quando te conheci, me vi na encruzilhada...
Pois você junto a mim minha amada, arrancava suspiros da plateia na calçada, que soava como algo que não se podia cometer...
Bobo fui eu que
Quis me converter.
Só pra ficar bem longe de você.

Mas meu coração, traiçoeiro,
Palpitava sem parar,
Numa ância louca e desvairada,
Querendo te amar.
Já não me importa a opinião alheia,
Pois ela não sabe o quanto dói viver sem você.

Eu em você, você em mim.
Sabor do pecado têm o nosso amor.
Seu corpo no meu.
Sua boca na minha.
Os beijos que me deu...
Palavras de amor.
O pecado já não existe,
Pois se justifica pelo amor...

Pecar por pecar,
Não é a minha praia.
Prefiro te amar,
Do que me adianta santidade,
Se não posso ter você e seu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário