segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Pensar...


Neste momento me deu vontade de postar algo, ainda em construção dentro de mim...
Não são conselhos, não são verdades, são apenas escrita de um ser que pensa, que sofre, chora, e também sorri...
Mas o que escrever?
No meu coração não têm tido muito de amor...
Já não tenho vivido muito o amor...
Ou talvez o tenha vivido de um modo tosco, torto...rsrsrsrsrsrsrsrs

São talvez pensamentos de alguém que não esteja com auto-estima tão boa assim...
Mas é o pensamento que se torna escrita neste momento...
Acho até corajoso da minha parte postar...
Pois a maior parte das pessoas tem tanto medo de demonstrar suas fragilidades...
De falar de seus erros... De falar do seu lado mais sombrio...Ou nem tanto rsrsrsrs
NÃO SOU TÃO MACABRO ASSIM RSRSRSRS.

Embora alguns corações não me entendam assim...
Sou antes de tudo um ser humano...
Um ser humano em construção... Incompleto, inacabado...
Um dia, sei que estarei preenchido, mas será tarde para postar aqui rsrsrsrsrsrs.

Talvez alguém até ouse escrever sobre mim e fale como fui ao me tornar completo...
Será uma história no mínimo intrigante, embora eu seja simples e ao mesmo tempo tão complexo
Como qualquer ser humano.

No início deste texto... Pensava tão somente, que seria interessante se viessemos com manual de instruções...
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Já pensou?
Pare e pense um pouco a respeito.
Gostou da idéia?
Algumas pessoas nos culpam o tempo todo por não nos entendermos completamente...
Mas não pensam elas que se no manual de instruções viesse escrito como tudo deveria ser, nossa história não teria sentido algum, ou teria rsrsrsrsrsrs...
Em parte até que seria legal, não precisariamos sofrer na busca de um amor ideal, pois já saberiamos qual a pessoa caberia perfeitamente em nossos moldes rsrsrsrs...
Não sofreríamos as escolhas de qual emprego seria melhor, pois já saberíamos qual o emprego que nos caberia...
Assim como saberíamos quantos filhos teríamos, quais seriam nossos melhores amigos, os quais nos acompanhariam pela vida toda, já saberíamos o momento certo para tudo, e até poderíamos evitar qualquer tipo de sofrimento e dor.

Mas aqui fica a pergunta: valeria a pena?
E a experiência existiria?

É certo o ditado "Deus escreve certo por entre linhas tortas"...
E penso que assim também construímos nossa história, nessas linhas tortas...
Onde as relações nos mostram os amigos, nos revelam os "inimigos"...
Onde as relações nos dão os filhos...
Onde as relações nos dão e nos tiram os amores...
Até que um dia encontremos o amor que nos cabe.

Neste caminhar tortuoso...
Há alegrias...
Há tristezas...
Pessoas se machucam, pessoas tropeçam, pessoas se levantam, pessoas tomam guinadas na vida que as levam a superar obstáculos, mesmo que pareçam intransponíveis...

E tudo gira, entre gira mundos, relações e escolhas...
Onde tudo culmina em consequências.
Sejam boas ou ruins, o importante é que sejam vividas...

Agora, cabe a cada um culpar ou não os outros...
Cabe a cada um chorar ou sorrir...
A responsabilidade é pessoal... Somos nós quem permitimos ou não.
E nas relações e escolhas nos cabe convir o que é melhor...
Esperar uma vida baseada num manual de instruções, ou se arriscar em uma vida de relações e escolhas... Que mesmo tortas, nos levam a um preenchimento do ser, no fazer e no ser autor da prórpia história.

By Adalmir Oliveira Campos





Nenhum comentário:

Postar um comentário