domingo, 26 de setembro de 2010

Chora minha alma

Minha alma chora...
Dela saem lágrimas de sangue.
Pois um pedaço se foi
Como poeira ao vento.
Pensei que seria para sempre.
Mas o para sempre ainda não é.

Chora minha alma...
Chora.
Teu choro escarlate cicatriza as feridas.
Teu choro escarlate me fortalece.
Teu choro escarlate me prepara.
Teu choro escarlate me renova.

Chora, chora o choro dos aflitos,
Que clamam por misericórdia...
Chora, chora sem demora o choro que me esvazia.
Chora, para que eu possa me refazer e me encher de novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário