sábado, 9 de outubro de 2010

Te espero à luz de velas

Me declarei...
Falei do meu amor...
Pensei que isso tocaria seu coração,
E romperia com seu orgulho.

Mas você insiste em me fazer sofrer...
Se vinga friamente de mim, por um dia eu ter te deixado...

Minha alma torna a derramar lágrimas de sangue...
E não sabe se vai resistir à sua ausência,
Ao seu desprezo...

Será que ainda existe amor?
Será que está insegura...
Será que já têm outro?

Não sei.
Só sei que se me der um novo voto de confiança...
Será para sempre...

Está claro em meu coração o que sinto por você...
E o que eu quero para mim e para você.
É amor, é paixão, é carinho, ternura e muito mais.

Enquanto aguardo um retorno seu...
Sofro calado...
Pois me dói correr atrás...

Já botei pra fora todo o meu orgulho.
Agora só me resta esperar.

Rezo...acendo velas, peço luz a Deus
Para iluminar as nossas vidas...
Para que se for para sermos um novamente,
Descubramos o caminho mais certo...
Para que o amor prospere em nós.




Nenhum comentário:

Postar um comentário