segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Novos horizontes


Te pedi perdão...
Não quis perdoar.

Ficou remoendo mágoas
Passadas, como se também não tivesse errado.

Como recomeçar se seu coração 
Imperfeito está?
A estranheza desse coração deve ser
De não saber perdoar.

O amor supera tudo...
Penso que não soube me amar.

Se tivesse me amado de verdade,
Mesmo com o coração dilacerado
Você teria me olhado com o primeiro olhar.

O perdão seria exato
E os erros apagados...
Para um novo recomeço...
Rumo a um novo fim.

Se hoje na sua vida não tive espaço.
Siga feliz.

Da minha parte, mesmo também tendo errado,
Está tudo perdoado.

Sem voltas ao passado.
Pois é pra frente, para adiante
Rumo a novas experiências e aprendizados,
É que se anda, na busca do verdadeiro amor.

Correr atrás já não dá mais...
Você fazendo-me de palhaço.
Me humilhando, me deixando sem espaço.
Brinca com meus sentimentos como quem se vinga.
Fazendo-me esperar, zombando de mim,
Não confiando no meu amor.

Se voltei atrás, foi por que tive certeza que era especial,
Mas me enganei...
Não quero trazer para o presente todo esse mal,
Dor e sofrimento desnecessário...
Que podem sim, me levar a te odiar.

Chega...
Basta.
Me amo de mais.

Dos meus olhos,
Só caíram lágrimas daqui em diante,
Para a pessoa merecedora do meu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário