sábado, 17 de janeiro de 2015

Calorzinho infernal, culpa da Dilma.


A noite caiu.
As estrelas deram o ar da graça!
A lua talvez apareça.
Mas é certo, é escuro lá fora.

Os animais noturnos se põem
em ação, e muitos humanos
também...

Tem pessoas que são movidas
à vida noturna, e que mal há nisso?
Cada um vive no que lhe faz bem,
desde que não faça mal a ninguém.

Mas dizem, e acredito, nada melhor
que uma boa noite de sono, e durante
o dia o uso do bom protetor solar.

Mas voltemos à noite, calor intenso,
onde nem ao menos o bom ventinho
tem dado o ar da graça, dirá a chuva
que a alguns dias anda sumida.

Só acentua este inferno astral.
Dormir já é um tormento onde quem
faz a festa são as muriçocas sangue-
sugas e oportunistas, que nos beiram
no seu zum zum, orquestra nada
romântica, de um ritual de sangue,
onde quem ganha é somente o
tal inseto.

E a culpa é de quem?
Deve ser da Dilma com certeza, dizem
os PMDbistas.

Quando na verdade é de cada um
que se opõe a um melhor cuidado
com o meio ambiente, na busca
incessante de modernidade, boa
vida, tecnologias e futilidades...

A noite poderia ser romântica,
mas sem um ar condicionado,
um bom ventilador, ou ainda
meter a cara e o corpo dentro da
geladeira é meio impossível.

Sei lá, até parece que o mundo vai
acabar em fogo, e a noite continua
e por incrível que pareça, parece
muito, mas muito mais longa nesse
calorão.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário