sexta-feira, 6 de março de 2015

Efeito bumerangue!


Naquela hora, deu vontade de xingar.
Me emudeci.
Fiquei ansioso eu confesso.

Lágrimas somente não caíram pois
não queria que vissem minha fraqueza
ali exposta, para que pudessem dela
se alimentar.

Infelizmente esta é a "sina" de algumas
pessoas, se alegrar com a tristeza dos outros.
Triste, mas é uma realidade.

Eu podia ter jogado pedras.
Eu podia ter devolvido na mesma moeda.
Eu podia ter gritado, dado uns murros no
balcão.
Eu podia ter feito tantas coisas!

Mas somente engoli todas as vontades,
todos os meus "podias" e deixei escapar
um muito obrigado! Como se devêssemos
agradecer por sermos humilhados.
Foi o meu melhor naquela hora!
Dito isto, dei de costas.

Senti a energia da pessoa vindo sobre
mim, senti-me tonto até, como que indo
à nocaute, "gratuitamente" a nocaute.

Embora enraivecido pela falta de
respeito com que fui tratado por
uma "colega" de trabalho, só pude
ao chegar em meu canto, me assossegar
e pedir a Deus que a abençoasse, e que
me desse as condições necessárias
para me acalmar e não entrar naquela
onda de desamor...

Não sei, mas me veio à cabeça que
naquele momento aquela pessoa precisasse
mais de orações e de um milagre do que eu.

Querer-me inimigo, já perdeu!

Rezo por todos para que sejam muito felizes,
pois se estes se libertam, também libertam
aos outros. Se estes estão felizes, pela lógica,
espalham felicidade... Se estão em paz, presam
pela paz. (etc.)

Cada um dá o que tem de melhor.
Alguns dão rosas, outros dejetos humanos!

Mas sorrindo ou chorando, somos obrigados,
a seu tempo, ou no tempo, colher o que damos,
o que semeamos, os jardins que plantamos,
ou as fossas que cavamos.

Mas Deus em sua compaixão e misericórdia,
usa do tempo, da vida, desta escola que é
a vida e salva a todos! Somos santos, porém
somos também pecadores... isso só tem uma
explicação, somos gente, somos humanos,
somos de carne e osso.

Um dia, estes que nos apedrejam, estarão
lado a lado conosco na escala da evolução,
quando reconhecerem a sua pequenez, é
que verdadeiramente se tornarão grandes aos
olhos nossos e aos olhos do Pai.

Custa perdoar...
Mas é necessário o perdão.
Na verdade, ele também faz muito bem a nós.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário