quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Inconstância


Sei que muitas coisas dependem de mim para mudar.
Mas o destino nem sempre conspirou a favor.
Ou talvez sim... Às vezes não era pra dar certo.

Só fica a dúvida por que vim ao mundo com tantos sonhos
se nem ao menos posso realizá-los.

E vejo boa parte da humanidade assim...
Podados em sonhos pela inveja alheia,
pelo medo imposto, pelas regras e
burocracias burras que criam.
Pelos maus patrões, pelos maus políticos,
pelos maus pastores que conduzem o mundo.

São lobos a conduzir para o matadouro,
aguardando somente o tempo da engorda.

Tosão pelos, fiam lã...
Assam a carne e depois...
Simplesmente se livram das carcaças.

Os sonhos persistem quando a grama é verde.
A fé mesmo quando o capim seca.

Mas bom mesmo deve ser viver ao lado de
Deus, onde não existe fome, preconceitos,
dor e morte.

É o que se espera no que no mundo
é a única certeza que se tem...
A derradeira morte!

Só espero que no céu não sejam
somente promessas, pois o inferno
já conhecemos.

By Adalmir Oliveira Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário