sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Teclada do amor


O amor surgiu assim, numa teclada
e troca de palavras no Facebook.

E teve continuidade no sorriso que
encontrei ao abrir o portão.

Entrou e fincou morada bem lá
dentro do coração.

Tudo aconteceu assim, naturalmente
e sem muito forçar ou pensar, e só
a Deus é permitido saber quanto
tempo irá durar.

São trocas de carinho.
Tem beijinhos e sempre que podemos
fazemos amor gostoso, desses de arrancar
suspiros e deixar ofegante, sem respiração.

Amor que vem assim é bom, mesmo que
não seja perfeito, faz bem e alegra o coração,
enchendo o mesmo de emoção.

A dois é bom o cativar, esta partilha, verdadeira
doação e arte de amar.

No egoismo não tem como quando a escolha
é seguir a dois. A resultante tem que ser boa
para ambos numa combinação perfeita, assim
feijão com arroz.

E assim como surgiu este amor, segue nas trocas
de palavras, de carinho, de cativar e de organizar
o ninho, bem como o sorriso leve, olhos nos olhos e
caminhar de mãos dadas.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário