quarta-feira, 8 de maio de 2013

Essa noite dormi tranquilo



Sabe, essa noite dormi tranquilo.

Não por causa de você.
Não pelo amor que por mim
você diz ter.
Não pela certeza que tenho
que sou de você, ou você é
de mim.

Dormi tranquilo pois me senti
melhor com sua ausência,
e por ter aprendido a me amar mais.

Não são indiretas.
São verdades.
Cansei-me de mendigar amor.
Vi que dentro de mim há imensidão
de amor.

Que me basta me amar.
Que me basta o amor de Deus.
Que me basta o amor dos meus.

Nas suas dúvidas.
Nas suas inseguranças.
Nos teus medos e
enganos, me firmei
no amor a mim.

Por anos busquei essa amor fora de mim.
Por anos, me vi mendigo de amor.
Por anos não percebi o
oceano de amor que há em mim.

É amor que não trasborda devido a gravidade.
É amor que não se esgota, pois é amor de verdade.
A confiança que me trás este amor é imensa...
Que me tirou da morte...
Que me trouxe a sorte de poder viver um pouco mais.

A solidão já não me mete medo...
Pois no amor de Deus eu creio,
e também no meu auto amor.

Brasileiro que sou...
Dou meu jeitinho traqueiro,
eu vou.
Mesmo só, embora cheio de Deus.
Cheio de mim...
Cheio dos meus.

By Adalmir Oliveira Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário