terça-feira, 1 de julho de 2014

Assim como o girassol...


Assim como o girassol busca constantemente a luz do sol,
meu coração anseia a luz que emana do Céu.

São luzes norteadoras.
São luzes que trazem vida, e sentido à mesma.
São luzes que endireitam.
São luzes que fortalecem.

O que vem depois são flores e frutos e sementes...
Colheita farta, que puxa colheita, que puxa colheita.
E ao final a vitória é certa.
E em tanta luz, nos tornamos luz junto às estrelas.

O que seria o girassol sem a luz do sol?
O que seria o humano sem a luz Divina?
Com certeza nada além de poeira cósmica,
na ânsia de ser girassol, na ânsia de ser humano.

Verbo e carne.
Carne e verbo.

Do pó tudo se fez...
Do pó tudo se faz...
Ao pó tudo retorna, mas a essência permanece,
e volta a ser luz no céu junto às estrelas.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário