sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Não é destino, são consequências


Semeei flores em meu jardim.
Eram simples e perfumadas.

Você apareceu e só desferiu
sua crítica sem fundamentos.

"Estou cansada desses arranjos
horrorosos".

Me calei.
Engoli seco para não dar uma má
resposta.

Fiquei a refletir. Será que tens
a noção de que só havia capim
e ervas daninhas e nada fizestes
para melhorar?

O meu melhor são as flores, simples
e perfumadas...

E se desfiro alguma crítica é porque
tenho algo melhor para contribuir e a
oferecer.

E você, qual o seu melhor?
O que tens a contribuir a oferecer?
Fica a reflexão.

Acredito que seja por isso que muitos
pastam no mundo enquanto reclamam
dos que passeiam nos jardins.

A verdade, é que o mundo devolve
o que lhe ofertamos, não é destino,
são consequências.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário