quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Dilma, tudo por um asfalto lisinho


A rua que antigamente era estrada,
pois era de terra, recebeu paralelepípedos,
e ficou moderna a cidade, que já não tinha
mais estrada, tinha rua, essa tal modernidade.

Mas as coisas sempre evoluem, pode ter a
certeza, era um pouco mais caro, mas veio
sobrepor os já ultrapassados geométricos.

Era a era do asfalto, negro como a alma de
muitos políticos por aí. Mas fez os cidadãos
patrocinenses sorrirem, pois é certo, poeira
ninguém merece.

Mas tinham aqueles apegados em tradição,
não que eu seja contra, muita coisa ainda
é bão.

Criaram os amigos dos paralelepípedos,
e em muitas ruas não deixaram entrar
o negão, serpete em forma de tapete, que
leva pro inferno gente desprevenida e
imprudente sem falar dos inocentes.

E assim foram criando amizade pra todo
quanto é evento que ocorria na cidade.
Preferem lote vago a um shopping center,
ou quem sabe uma bela praça.

Preferem avenidas inundadas do que
um saneamento que a todos satisfaça.

Só não criaram os amigos do asfalto
lisinho, este coitado, vive cheio de
buracos, os remendos já lembram os
antigos paralelepípedos, no mais estradas
de chão em relação à tamanha a poeira.

Direita e esquerda, eis o constante
rodízio do poder... Só não vê quem
não quer, conversa para boi dormir.
O que é preciso acontecer para estes
coronéis sumirem?

Infelizmente a evolução mora ao lado
bem nas cidades vizinhas, Patrocínio
aqui é mato, e se continuar vai virar
fazendinha.

É gado pra todo lado, é cavalo solitário,
os cachorros nem ti falo...

Mas o que eu quero realmente é um
bom asfalto, chega de tanto buraco,
chega de tantos bloqueios de passagens
pela cidade, sem nem ao menos um aviso,
um desvio, uma seta que indique outro
caminho.

Aff! Meu tempo é precioso.
Pobre vive de correria.
Que ao menos seja respeitado, tendo o
retorno da paga de seus caríssimos
impostos. Qualidade de vida não é favor,
é dos governantes obrigação.

Que acabe a novela, que acabe a
comédia, povo não é palhaço e precisa
de solução, nem vem falar que a culpa
é da Dilma, ela não tem o mundo nas
mãos.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmirolivieracampos.blogspot.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário