quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Infinito para sempre feliz


Queria o certo para não ter que me comprometer
com o duvidoso.

Mas é difícil dar certo se não fizermos escolhas.

É uma prova aqui e ali, entre A e B, às vezes
entre C e D, até que se encontre o sabor que
mais agrada, um sabor que convém.

Sabor assim que leve às alturas e que faça muito
bem.

Tudo começa na dúvida, nas incertezas, com um tiro
dado no escuro, a escolha.

Às vezes erramos, mas no amor chega-se à derradeira
e considerada melhor escolha.

É quando o coração pulsa mais vermelho e confirma
verdadeiro amor, e o fim já vira começo de uma bela
história.

Certezas que se formam no conhecimento do incerto,
do improvável, que conhecido se faz claro como o dia,
ou escuro como a noite, e somente aí, pode-se decidir.

E o amor é o princípio, meio e fim, a única certeza de
um infinito para sempre feliz.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário