segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Facinho, facinho


Não sou fácil.

Nem tão difícil assim.

Se passar amor na minha
boca e provar com as
ações... Me conquista
fácil, fácil.

Amor e ação é a senha
que abre as portas do meu
coração.

No amor me entrego todo,
viro fogo, acendo a paixão.

E a entrega se faz completa,
pois aprendi muito do amor,
e sei que quando mais amor
se dá, mais amor se recebe,
e o amor só aumenta.

Amor é feito pimenta, aguça
todos os sentidos, e nada
melhor que apagar o fogo,
no beijo gostoso e nas
mordidinhas ao pé da orelha.

Não sou fácil, nem tão difícil
assim, mas no amor em ação,
fico facinho, facinho...

Não me faço de rogado,
perco a timidez, e no rala e
rola faço gol, encaçapo bola,
e a vida passa a ser tocada
ao ritmo da viola numa moda
sertaneja.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário