segunda-feira, 10 de novembro de 2014

É o pobre que sustenta tudo isso


É verdade que pobre quando descansa carrega pedra.
Mas pobre é assim mesmo, parece formiguinha e não
consegue parar quieta.

Ser útil a alguém é promover um mundo mais feliz e
melhor.

Quem deras todos fossem assim, não pobres, porque
pobreza não é de Deus. Mas úteis no agir em prol de
um mundo a milênios sonhado e ainda tão distante.

Uma distribuição de renda mais justa seria o ideal, não
que todos recebessem por igual, mas que fossem
valorizados no que possuem de melhor, o seu talento.

Hoje em dia a gente vê somente os banqueiros,
empresários e políticos subindo na vida...

E isso nem sempre é por que trabalham duro, é em boa
parte porque tiram dos seus subordinados o que é justo,
para amontoarem riquezas e se sentirem os donos
do mundo em seus carrões, mansões, iates, viagens
caríssimas e roupas de grife assinadas por grandes
estilistas.

Enquanto isso o "pobre" fica com o trabalho e com os
sonhos...

Este mundo necessita de umas pitadinhas de justiça
de modo que esta deixe de lado as vendas que tapam
os olhos e seja mais justa e igualitária nos tratamentos
e no partir o pão. Sendo imparcial em qualquer situação,
mas que da maioria jamais se tire o pão para que as
minorias vivam à champanhe e caviar.

Um mundo  melhor é possível, a democracia pode até
ser  o melhor caminho, mas livre da corrupção, da
roubalheira e mordomias que vemos constantemente
nos telejornais, as quais abrangem quase a maioria
dos políticos brasileiros, nas várias esferas governamentais.

Se pobre vive com salário mínimo, por que político não
pode o mesmo? Por que tantos benefícios se os salários
são exorbitantes? É jatinho para viagens particulares que
se dizem a trabalho, é dinheiro para terno e gravata, é
dinheiro para moradia, é dinheiro para combustível, é dinheiro
para tantas coisas que a gente fica até confuso e perdido
em fazer tal levantamento.

Só lamento, e a paga que retornam ao povo, só lamúria,
sofrimento e dor, com "esmolas" intituladas bolsas disso,
bolsa daquilo, bolsa de outro aquilo, acolá...

E o povo que se dane...

Que se inverta esta pirâmide, que justiça seja feita, pois
é o povo, é a massa, é o pobre que sustentam tudo isto.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos@hotmail.com
adalmiroliveiracampos@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário