segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Gentileza nem sempre gera gentileza, mas vale a pena tentar


Disse assim de modo
tão natural.
Gentileza nem sempre gera gentileza.
Eis a questão e Tal.

Sábias palavras amiga Lourdes.
Que valem a reflexão.

Nem tudo que é doce,
alegra a todos os corações
e paladares.

Não é certo que nem Jesus
agradou a todos e a muitos
ainda não agrada?

O bem.
O mal.

São temperos diferentes, oras
picantes, oras nem tanto.
Excitam, estimulam, acalmam,
guerra e paz.

Mundo de contradições.
Rega-se a rosa, ela devolve
espinhos, mas também devolve
a flor.

Gentileza às vezes gera inveja,
ciúmes e asco em algumas pessoas
que como as rosas devolvem espinhos.

Mas quem sabe um dia não devolverão
a flor?

Nem todos os resultados são imediatos.
É necessário por muitas vezes um
regar constante.

A colheita vai depender do terreno
que encontramos ao semear.

Quem semeia amor, nem sempre colhe
amor, mas não nega as suas raízes, e
no amor sai ganhando e nem que seja
lá no céu virá a recompensa, ou no
simples existir que não se negou a
essência, pois cada um dá aquilo que
tem de melhor.

É cruel realidade, nos parece injusto por vezes,
ver aqueles que semeiam desamor e corrupção,
terem lugar nas mídias, nas rodas de conversa,
facilidades as mais diversas, dinheiro e os
prazeres que estes proporcionam de mão cheia.
Muitas vezes parece que o universo conspira
somente a favor destes.

Alguns inescrupulosos, agem sem culpa alguma,
como algo natural, vivem sua essência, espalham-se
pelo mundo. Mas será que tudo vai ficar por isso mesmo?
Será que a colheita do que semeiam nunca chegará?
Será que o felizes para sempre será realmente para
sempre? Ou quem sabe a vida vai soltando a corda,
e a pessoa acaba se enforcando nela por si só?

As boas essências sempre são preservadas, reproduzidas,
embaladas, seguem adiante e se mantém eternas.
Já as más essências, vão aos poucos para escanteio,
e se perdem ao sabor do vento, não resistindo ao tempo.

Acredito em novas oportunidades, noutros tempos.
Muitos voltaram à terra, ou irão para outras que melhor
cabem seu estágio de evolução, outras somente irão
para mais próximo do céus onde brilha o Astro maior,
o qual um dia com certeza iremos nos misturar.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário