domingo, 29 de dezembro de 2013

Silêncio...


Tudo fica em silêncio quando você não está.
A música no rádio fica sem graça.
O canto dos passarinhos parece triste
a chamar por você.

Eu jogado no sofá, em devaneios a pensar.
Teclo no note, lembranças de você.
Saudade!

E o silêncio perturba...
Só sossega quando você me vem
à mente.

Fleches do dia anterior passam
diante de meus olhos, e dou sorrisos
aqui sozinho, da sua carinha feliz,
que tanto me cativa e faz bem.

Nossa conexão é tão gostosa
que a vontade é de ser um
com você dia e noite, neste
gozo que trás além de prazer
muita alegria e felicidade!

Silêncio...

Só o pensamento se agita a pensar em você.
O coração acelera.
Meu olhar fixa o relógio a contar
os minutos que faltam pra ter você de novo
aqui em conexão comigo.

E assim vou teclando, na esperança de que
cada letra digitada apresse sua chegada.
Meu pensamento fixo em você, que é meu
amor, e não um simples bem querer.

No silêncio, e ao som das teclas do meu note
vou escrevendo esse amor...
Vou escrevendo esse eu e você,
buscando manter estabelecida esta
conexão que nos une corpos, mentes,
espíritos e almas.

By Adalmir oliveira Campos











Nenhum comentário:

Postar um comentário