sábado, 21 de dezembro de 2013

Vida plena no amor


Sabe amor.
Não sei se o que sinto por você
é recíproco ou não.

Mas isso não me deixa com  o pé atrás.
Com o passar dos anos aprendi que
amar é dar o passo sem temer.
É o que nos move adiante.

É a convivência e a
experiência que contam.

Faço a minha parte e vou
amando de verdade.
Pois não aprendi a amar pela metade,
ou ir amando e me entregando aos poucos.

Sou por inteiro.
Amo, amor intenso.

Amor que em te sobressai as qualidades...
Amor que te diminui os defeitos.
Amor que te atrai...
Amor que te torna borboleta
a querer permanecer dando frutos
no jardim.

E assim numa constante primavera
permanecer junto a mim, neste amor
que transforma.
Neste amor que transborda.
Neste amor que só por existir
nos faz felizes.

A entrega sem cobranças...
A entrega por amor...

Trás cor.
Trás vigor.
Trás felicidade e exclui
sofrimento e dor.
Trás verdade.
Trás paz.

E assim, transforma...
Feito canção, moda de viola.
Fazendo a vida ter sentido
baseada no que é de grande valor...

Que é viver a vida plenamente no amor.

By Adalmir Oliveira Campos




Nenhum comentário:

Postar um comentário