terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Calmaria noturna


A noite me veio calma e serena.
Mostrando o quanto a vida deve ser plena.
Pois só assim ela vale a pena.

Serena, plena, vale a pena.


De estrelas no céu, feito grinaldas de noivas.
Pisca-piscas que não piscam. 
Apenas alegram os olhos e aguçam a visão 
para o que é terno, pra não dizer eterno.

Lua cheia, minguante, nova, crescente.
Trás vibrações que nos deixam contentes.

Claridade para os boêmios enamorados
que a cavalo percorrem estradas, passam
pontes, saltam cercas em busca do encontro.
Em busca do amor.

A noite serena, sereia, canta e encanta
e leva a amar, em terra, alto mar
em alegrias de assombrar.

E a noite me veio calma e serena.
E eu aqui a sonhar...
E eu aqui em teus braços 
a te amar.

By Adalmir Oliveira Campos 
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário