quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

O bom da vida



O bom da vida é viver.
Isso vale para cada um de nós seres vivos.
Aproveitar do melhor modo cada respiro.

Cada batida do coração é uma vida.
Assim como cada segundo é parte 
de minutos.

Besouros, vaga-lumes, mariposas,
vagueiam em diminutos dias de vida
em busca de realizar seus propósitos.

Nascem, se metamorfoseiam, crescem
reproduzem e morrem.
Seguem seus instintos mais primitivos.

E assim em parte segue o homem 
e a mulher...

Nascem, crescem.

Alguns vegetam.
Outros vivem.
Outros passam pela vida.
Outros nem sabem quem são, ou 
se ao menos são seres humanos,
e outros ainda se metamorfoseiam.

Estes últimos possuem uma elasticidade,
uma plasticidade, uma resiliência que faz toda 
a diferença, que vai além de instintos,
que vai além do ser irracional.

Chega às consequências de se unirem a Deus 
em luz, em amor, em formosura.

E assim dão sentido à vida.
E assim fazem valer a pena.
E assim fazem do caminho
motivos para se festejar a chegada.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário