segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Coração só se mantém no amor.



Um coração sem prumo, sem rumo,
é um coração sem amor.
Vazio está, vazio se encontra
e pode até amargar.

Necessita de amor.
Deste amor que vem a passos lentos.
Deste amor que vem com o tempo.
A partir do auto amor.
Do amor a Deus.
Que se alonga, se aprimora e
se multiplica no amor ao próximo.

Coração não vive se somente for
bombeado a sangue.
Coração não vive somente deste
leva e trás de oxigênio e gás carbônico.

Coração infarta, se parte, se estraçalha
sob pressão da ausência do amor.

Medicamento melhor não há para o
coração, do que doses diárias
de amor, que começam ao amanhecer
diante do espelho.
Diante de si mesmo no auto amor.

Quando se aprende este auto amar.
Coração se exercita e fica saudável,
sarado, aprumado, pronto para
desbravar mundos, abrir caminhos
e distribuir amor e vida.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário