quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

O mundo é um jardim de humanos



Meu coração não se cansa de amar.

Ele tem certeza que a salvação da humanidade está no amor.
Embora às vezes seja difícil este ofício de amar.

Sigo em frente a distribuí-lo na busca de amenizar a dor.
Que as palavras que escrevo, que tomam meu tempo de vida,
minha entrega pessoal e desejada, não sejam poeira ao vento.

Sejam sim refrigério aos aflitos.
Consolo aos desesperados.
Esperança aos desejosos de vida.
E muito mais.

Pois as palavras tem esse poder.
Tudo não começou com o verbo?
Do nada, de uma explosão, tudo se fez.

E Deus já existia antes de tudo.
E tudo se formou através das palavras proferidas,
a seu tempo, e em tempos e tempos
se constrói, reconstrói e evolui.

Meu coração é entrega.
Entrega que espera no seu coração o
carinho do reconhecimento e da partilha
de conhecimentos que encantam,
instruem e embelezam o mundo.

O mundo é jardim de humanos.
E seu dever é fazer florir e espalhar
cheiro, vida e cores a todos.

Somos todos jardineiros.
E nossa meta e missão é fazer um
jardim que caiba a todos sem distinção.

Que as metas não sejam contrárias
cimentadas as frentes das casas e quintais.
Frios e sem vida.

Sejam hortinhas aos fundo, fusão com jardins.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário