domingo, 2 de março de 2014

Orai e vigiai, ficai atentos, aguçai todos os sentidos


Já relatei em outros momentos.
As vezes me sinto peça falha neste sistema em que vivemos.
Pois não sou adepto ao modo como tratam às massas, ou
grande maioria das pessoas na terra, nas quais me incluo.

São tantas mensagens subliminares a alienar, a fazer uma
verdadeira lavagem cerebral, uma banalização dos sistemas
educacionais e de saúde que afetam o coeficiente emocional
e intelectual favorecendo esta alienação que cega e mutila o
ser de modo que este se deixe escravizar pensando estar se
libertando, quando se coloca a trabalhar a cada dia mais
para sustentar a família e a conseguir uma casa financiada e
um carrinho de segunda mão com parcelas a perder de vista,
enquanto na verdade está a enriquecer os banqueiros, grandes
empresários e o próprio governo que ao invés de representá-los
usam de sua "inocência" para se manterem no poder e
continuarem com suas tramoias revezando este mesmo poder
entre os de direita e de esquerda.

É lamentável.
É de encher de lágrimas os olhos.

São os líderes, os pastores a conduzirem as ovelhas, a levarem
as mesmas para o matadouro, e estas em meio aos circos armados
aplaudem, louvam e nem percebem que perdem suas vidas a cada dia.

São muitos os lobos que se passam por ovelhas, por cordeiros.
São muitos os que pregam palavras bonitas, mas que as ações
são contrárias, aí se vê os maus pastores, os maus líderes, e muitos
ainda relutam em enxergar, dizem ser coisa do demônio a
desviar da fé o rebanho.

Orai e vigiai.
Ficai atentos.
Abri os olhos.

Se o próprio Jesus renegou a prata e pediu para que a distribuísse
aos mais necessitados, pregava em baixo de árvores, na areia da
praia, nas montanha, etc. por que hoje haverá de ser diferente?

As imagens pintam um Jesus em vestes reais.
Mas o Jesus o qual me foi apresentado era filho de carpinteiro.
Tinha vestes simples, pele queimada pelo sol, pés e mãos calejados.
Pois sua sina foi amar, levar o amor, levar o exemplo, correr o mundo
a pregoar esperança, salvação, cura, paz, libertação, acolhimento
aos infortunados e excluídos da sociedade.

Orai e vigiai.
Ficai atentos.
Abri os olhos e todos os sentidos.

A maior luta deve ser a de buscar viver a entrega, o amor, a sabedoria,
conhecimento, discernimento, se libertar de padrões e modelos
estereotipados e antiquados, tabus, de preconceitos, racismos, fofocas,
julgamentos desnecessários e descabidos, inveja, maledicência e tantos
outros males que assolam a humanidade, como a miséria, a fome tanto
de alimentos para o corpo quanto de alimentos para o intelecto e para o espírito.

Orai e vigiai.
Ficai atentos.
Abri os olhos e aguçais todos os sentidos.

O dragão anda à solta, rouba-lhes a inteligência, rouba-lhes a saúde,
rouba-lhes a liberdade, rouba-lhes até o sopro de teu viver, sega-lhe,
destroça teus sentidos e fazê-lhe zumbi a seguir seus mandos e desmandos.

Mas não tem que ser assim.
Esta não, jamais foi, jamais será vontade do pai.
Cabe a você agir.
Cabe você fazer a escolha.
Cabe você mudar a realidade em que vive e assim despertar os que,
mortos, seguem ao teu lado, e juntos no despertar se reintegrarem à
sociedade, ao mundo, e assim, possam todos conquistar verdadeira
felicidade e dignidade de vida humana em humanidade.

Orai e vigiai.
Ficai atentos.
Aguçai todos os sentidos.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário