segunda-feira, 3 de março de 2014

Oscilações no amor


Hoje o sol brilhou forte pela manhã.
Ontem nem tanto.
Anteontem tinha chovido.

O tempo oscila entre calor e frio.
E eu vou com ele.

Horas intenso.
Horas nem tanto.
Horas me acalmo.
Horas adormeço.

Horas sou fogo.
Horas sou morno.
Horas me gelo.

O corpo pede intensidade às vezes.
O corpo pede descanso também.

E como a natureza da qual viemos,
seguimos em frente.

E no amor e no bem vamos adiante.
Brilho intenso diamante.

Como amantes nos entregamos.
E como amantes nos damos tempos,
pequenas pausas.
E como amantes nos reencontramos
 e entre idas e vindas nos amamos,
nos entregamos, nos fazemos dois em um.

E assim seguimos nossos destinos.
E assim vamos em frente.
E nesse frenesi intenso buscamos sempre bis,
refrões de uma música chamada amor.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário