segunda-feira, 6 de outubro de 2014

De quem é o verdadeiro poder?


O que conta mais, o novo ou o velho.
O mais experiente ou o inexperiente?
Difícil calcular tal resultado...

Pode o velho se atualizar e trazer
novidades, ou somente o novo é
capaz de renovar?
Difícil calcular tal resultado...

Ambos possuem histórias.
Ambos possuem sonhos e ambições.
Ambos possuem potenciais.
Mas somente um, em alguns casos,
como a política, terão a oportunidade.

Depois desta oportunidade
virão outras e mais outras.
Mas qual se sobressairá, se a
vitória nas urnas alcançar?
Difícil calcular tal resultado.

O velho já demonstrou seu trabalho,
já errou, e ainda pode continuar
errando, ou quem sabe acertar.

O novo poderá, e com certeza também
irá errar, e também poderá continuar
errando, ou quem sabe, acertar e acertar.
Difícil calcular tal resultado.

Mas ambos, seja qual for o
que alcançar esta  oportunidade, podem
juntar forças e serem mais em prol de
muitos, ou podem seguir egoístas nesta
competição que a nada leva, aliás, o que
realmente está em questão? Não é o bem
do povo, o bem da nação?

Não vejo necessidade de medir forças
através de mentiras, falsos testemunhos,
injúrias, e guerrilhas comunicacionais.

O Brasil e os brasileiros precisam é um
pouco mais de paz, depois de ordem,
em seguida progresso, e que venham a ir
longe, bem longe, além das urnas e as
resultantes destas.

Mas como fazer a melhor escolha?

Ouvir a voz do coração muitas vezes,
e na maioria das vezes é a solução.
Desligar-se um pouco de mídias
manipuladoras, e estudar a vida de
cada candidato, seu percurso enquanto
família, enquanto profissional, enquanto
cidadão, enquanto visão de mundo e se
principalmente se o mesmo possui
"vocação", ou seja trabalhar por que
precisa de dinheiro para sobreviver como
qualquer outro mortal, e trabalhar por amor
e com amor, no ofício que pretende exercer.

Pessoas que põem dinheiro e poder em
primeiro lugar, representam somente a si
mesmas.

Para governar, é preciso se
colocar na pele do outro, e ir profundo, à
raiz na busca de soluções, ações e melhorias
em prol da coletividade.

Um bairro melhor é possível.
Uma cidade melhor é possível.
Uma região melhor é possível.
Um estado melhor é possível.
Um país melhor é possível.
Um mundo melhor é possível.

Mas nem sempre isso trás votos
e elegem candidatos.

Existem recursos para esta façanha, que
muitos dizem ser impossível.
Só que falta líderes, e excede "os donos do poder".

Líder é aquele que veste a camisa da causa
a qual abraça, muitas vezes se anulando,
se sacrificando mas sem perder o foco, a coragem,
a ousadia, a criatividade, a inventividade, indo de
encontro, se misturando e sendo um com todos.

Política é isto, é saber ser líder em qualquer
tempo, hora e circunstância, não para se sobrepor
ao outro em status, poder e autoridade. Mas sim,
saber ser, um leal representante daqueles que nele
deposita confiança e entregam seus sonhos, projetos
e vida.

O velho tem potenciais.
O novo também tem potenciais.
Quem é o melhor?
Em se tratando de constitucionalidade,
não há o melhor.

Não é um tempo maior de trabalho, estudos
experiência, que nos diferencia uns dos outros.
Todos temos a nossa importância em condições
de seres humanos que somos.

Somente o preconceito, a inveja, o egoísmo,
a ambição, a mentira, a maledicência, a falta de amor
e tantos outros males do mundo, que nos diferencia,
que nos distancia, que coloca à margem da sociedade.

Um bom líder tem que ser desprovido destas
pequenezas humanas, e é o seu olhar, o seu semblante,
e as suas atitudes no mundo, inclusive nos bastidores, que
revelam quem é quem.

É preciso sensibilidade.
É preciso oração.
É preciso estudo e sabedoria para perceber o bom e o mal
líder.

Máscaras não duram para sempre.
A maquiagem sempre é retirada ao anoitecer.

E o melhor para cada um de nós? É difícil calcular tal resultado.

Mas cabe a escolha consciente, e se não der certo, é bom saber
que cargos públicos não são vitalícios, os líderes podem ser
destituídos do poder, assim como foram instituídos deste.

O verdadeiro poder está nas mãos do povo.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário