quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Salto necessário


Para sempre era  o lema.
Para sempre era o tema.
Para sempre era a promessa.

Mas  oque aprecia infinito, findou,
perdeu a validade, venceu, e  oque
foi que restou?

Nos primeiros dias, depressão.
Depois choro aqui e acolá, prantos
que eu imaginava jamais acabar.

Foi dor no peito.
Punhalada no coração.
Sangria desatada.
Verdadeiro desespero.

Mas, entendi a grande máxima:
"Tudo passa".

Existem intervalos como dia e noite,
amor e ódio, lua e sol.

Me coloquei em cima do muro.
Por algum tempo ali fiquei.
Mas foi preciso  o salto.

O lado a ser escolhido definiria
dias sombrios, ou dias de luz.

Saltei...

E o para sempre começou outra
vez.

By Adalmir Oliveira campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário