segunda-feira, 2 de junho de 2014

Passos de poesia


A poesia anda pelo mundo.
Até parece que poesia tem pernas e pés
para andar, diriam alguns...

Ela vai de um canto a outro, invade
sonhos e vastas realidades.

Expõe guerras.
Expõe paz.
Ao mundo informa, e isso
é bom demais.

Só alienar e escravizar pessoas, ela
não faz.

Muito pelo contrário.
Age a favor dos mais desamparados, dos
mais aflitos e necessitados, os excluídos...
Não somente de casais aos beijos
enamorados.

Agita o sangue.
Faz o coração pulsar.
Renova os neurônios e leva o povo
a amar...

E assim, a poesia segue...
Além do mar.
Além do que se possa imaginar.

E quanto bem ela faz, é impossível
mensurar.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário