sexta-feira, 6 de junho de 2014

Que sonho!


    Lá fora se fez silêncio.
    A luz baixou e veio a noite!

    No céu ensaio de estrelas.
    Névoas, frio de inverno, o que salva
    é a lua cheia que aponta clareando o
    mundo com a luz emprestada do sol.

    Mais claro agora...
    Passeio na lembrança buscando preencher
    o vazio que este escuro trás, na lembrança
    dos teus beijos que me trazem a paz.

    Me pergunto.
    Cadê você?
    A noite nos separa.
    Intervalo de trevas e frio.

    E meu morno coração busca teu coração
    quente, que unidos se escaldam e aquecem
    a gente.

    Juntos não há tristeza na noite.
    Juntos não há frieza quando o céu pucha as
    cortinas e tudo escurece.
    Juntos não há frio, só equilibrado calor,
    intenso fogo, intenso amor.

    Lá fora o silêncio.
    Cá dentro a lembrança.
    Pulsa o coração, e vibra a fé e a esperança.

    Cavalgadas à noite sob o manto de estrelas,
    cortando cerrados, frio gelado, acordo ao
    seu lado.

    Que sonho!
    Mas ainda é noite!

    By Adalmir Oliveira Campos
    adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário