segunda-feira, 23 de junho de 2014

Vão se os dias, evolução...


Mais um dia se foi, mais outro se incia, e assim acontece
todos os dias, dia a dia.

Dias de feira...
Dias sem feira...
Mais são dias mesmo assim.

Marcam inícios,
marcam términos, e seguem
constantemente como se fossem chegar
a algum lugar, e talvez cheguem.

E nós seguimos junto presos no tempo, no relógio,
máquina de ponteiros apressados, que embranquecem
os cabelos mais cedo, e dita que a velhice chegou.

Mas ainda é tempo de colher o que se plantou.
Mas ainda é tempo de semear, o solo é sempre fértil
desde que ainda habite vida no corpo humano.

As possibilidades se abrem e não veem velhice ou
invalidez, fere a nudez, despe a alma, e provoca evolução.

Há quem diz que evolução é exterior, tecnologias, medicina,
medicamentos, física quântica, filosofia, armamentos e outros
mais...

Outros dizem e eu concordo, evoluir é se tornar melhor...

Evoluir é ir além da mesquinhez humana que se tem
apresentado até os dias atuais, evoluir é se humanizar,
é viver no auto-amor e se deixar extravasar no amor que
vai de encontro ao outro, e ao outro, na promoção de um
mundo mais justo, mais humano, mais ético, de condições
igualitárias de direitos e obrigações e distribuição de renda
que finde a fome, a sede, a doença, a falta de cultura e
educação e muito mais que é digno de cada ser em peregrinação
neste planeta chamado terra, no cuidado de humano para humano,
no cuidado para com o habitat natural dos mesmos e o
do meio ambiente do qual fazem parte...

Com certeza evolução é saber aproveitar este tempo e
horas terrenos e promover a vida em todas as minúcias e detalhes,
beirando a perfeição Divina, buscando a perfeição Divina,
tornando o viver divino.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br
adalmiroliveiracampos.blogspot.com.br
23/06/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário