segunda-feira, 2 de junho de 2014

Poesia, busca de equilíbrio


Poesia não se trata somente de beleza ou de amor.
Expressa o que é sensível ao poeta, inclusive o que
capta de desamor, tristeza, desilusão e dor.

São pólos que se atraem.

Poesia é busca de equidade na satisfação da humanidade
no viver plenamente e em dignidade, no viver que lhe apraz.

Poesia também tem muito de amor...
Embora também tenha muito de dor...

Poesia é mistura de boas vindas e adeuses,
de amores e ódios,
de maus e bons,
de bem e de mal.

Tem gostinho nostálgico, de tempos outros, que não
voltam mais, mais que buscam atualização nos dias
de hoje por serem essenciais.

Tipo assim o bem e amor comuns a todos os mortais,
onde o viver fraternal é relevante, e o respeito ainda
importante... Onde viver é partilha e doação, na divisão
justa do agasalho e do pão, num viver livre de corrupções,
preconceitos e racismos, onde a estrela brilha para todos
e não para alguns.

Pois poesia, sol, luz e amor, é para todos, isso, sem
tirar e sem pôr...

E a poesia segue, pois tem muito a contribuir e com certeza
sempre nos trás motivos para refletir e voltar a sorrir.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário