sábado, 24 de maio de 2014

Amor entre adolescentes



Os dois se beijam.
Os corpos se unem.
Os corpos se acendem.

São adolescentes apenas nos
ensaios de amor.
Na escola antes da aula roubam beijos,
cedem abraços e vivem contos de fadas.

Não é assim o primeiro amor?
Coração acelera na ausência, disparado
em taquicardia na presença... fogo abrasador.

Haja beijos molhados para
aplacar tanto desejo...

São bilhetinhos com corações para
todo lado... cupidos em festa e em
poesia.

E o primeiro amor se desenha e cada
vez mais aproxima.

Não se sabe onde vai dar.
Não se sabe se haverá prosseguimento,
embora, no momento, eterno.
O desejo é que fosse eterno para sempre.

E o amor segue adolescente, buscando
aos poucos maturidade num constante
quero mais.

By: Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário