Seja bem vindo(a)!!!!

É um prazer recebê-lo(a) em meu Blog... Será uma alegria imensa se puder divulgá-lo aos seus amigos e amigas. Desde já fica o meu carinhoso agradecimento.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Quem sabe um dia PARAÍSO.



Caminhos por sol quente.
Nada de atenuar.
Quanto mais quente, mais longo se 
parece o caminho e o caminhar.

É gente, somos nós quem padece.
E o sol se acalma feito forno quente,
primícias do inferno, ou apenas 
consequências das mazelas humanas, 
desumanas?

Não se sabe ao certo.
As calotas polares se despolarizam, 
e as águas enchem oceanos, o clima se 
destempera, e ovo já se frita no asfalto
ou na pedra.

A cada dia, menos árvores. Aumentam-se
as casas, prédios e outras construções.
Lixos se amontoam em balças sobre o mar,
até lá o sossego foi diminuído.

E o vento, a brisa e a chuva tem sido
desejo amigo para temperar a sopa quente
chamada terra.

Poeira, fumaça, sons ensurdecedores, e o
homem correndo de um lado para o outro,
buscando "evolução", mais parecem mais 
construtores de bolinhas de sabão.

Assopram, assopram...
Soltam bolhas, e estas no calor 
intenso e em sua frágil estrutura
estouram e o homem sem o saber, ou
até mesmo sabendo, estoura junto.

E o mundo segue em corda bamba, por
cima do muro entre a evolução e a extinção.
Entre se perpetuar e chegar ao fim.

O caminho é longo.
E a caminhada é cansativa.
E o sol causa sofrimento, ao mesmo
tempo que trás a vida, e entre pólos positivo
e negativo, seguimos na esperança de um 
dia PARAÍSO.

By: Adalmir Oliveira Campos 
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amontoado

Eu sou um amontoado dos que vieram antes de mim, mas não sou os mesmos, muito menos serão eu, os que virão posteriormente. Somos c...

Meu álbum de Artes - Clique na imagem e seja direcionado ao álbum no facebook

Meu álbum de Artes - Clique na imagem e seja direcionado ao álbum no facebook
Artes em geral

Enviar para e-mail atualizações