quinta-feira, 17 de abril de 2014

A vida pode se tornar bela no amor


A vida nem é tão bela assim.
Mas é vida enfim.

É preciso cultivar flores e fazer
surgirem borboletas e perfumes.

Assim diminui-se o azedume e a mesma
torna-se suportável.

Viver é necessidade, já que se veio
ao mundo.
E vida é movimento não jeito.

É vento a bater no rosto a espatifar
os cabelos... São ações cotidianas
que impulsionam pra frente, evolução.

É trem em disparada, que faz paradas
em estações, desce gente, entra gente
e se vai, e segue em frente.

E o trem sempre se renova.
Mais feliz, menos feliz.
Mais amor, menos amor.
Alegria e dor.

E a vida acontece e nem é tão bela assim.
Mas é vida enfim...

É vivê-la no amor que trás o tom,
que trás a cor, e esta com certeza
só se torna bela no amor.

Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário