sexta-feira, 11 de abril de 2014

Feito Joães de Barro


O bom é quando a gente encontra a
pessoa que procurávamos
e a pessoa que procurava a gente
no encontra.

São duas vontades.
São dois desejos.
Um só amor.

São duas lutas, várias conquistas.
Um só viver.

São beijos, são carícias, são transas
com sabor de amor, amor.

E assim segue a vida, dois em um
na querência, na vivência, nas entregas
que somam, multiplicam, dividem,
e subtraem.

Mas nada se perde.
Se renova.
Se fortalece.

E cresce dia a dia...
História que se faz.
História que se vive.
Amor que se constrói.

O bom é quando a gente encontra
alguém que escolhe a gente, e
que a gente escolhe pra gente...

E os dois seguem feito João de Barro.
Dois cantares, duas vidas e um lar.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário