domingo, 27 de abril de 2014

Apenas um viver "FIFA -Padrão Copa do Mundo"


Que seja eterno o que nos faz bem.
E que desfaça como fumaça o que nos faz mal.

Que essa poluição que se espalha nos corações
e massificam desespero, dor, angustia,
escravidão e morte, possam perecer, trazendo novo
alvorecer à vida, ao viver.

Que eterno seja o que nos faz bem.
Pois já durou por demais o que nos faz mal.
Já foi dado o grito de liberdade, embora muitos não
ouviram, e mantém a escravidão maquiada em
novos moldes, levando desespero onde passa, e
pior, em massa, às grandes massas que não
despertam ceguetas que estão pela educação que
recebem, que a todos passam à frente, mas não
ensina e nem educa a não ser os filhos do poder.

Lágrimas de sangue, caem nas faces do pobres,
dos desvalidos nos prontos- socorros, nos postos
de saúde e nos hospitais. O SUS não passa de
uma farsa bela e perfeita nos projetos,
apenas no papel.

E o país da copa do mundo comemora.
Bilhões e bilhões que vão embora e tiram
da população, o de comer, o de vestir, a moradia,
e a educação, e que educação.

Ordem e progresso onde estão?
Nos bolsos dos corruptos de certo?
E nós, enclausurados nem podemos reclamar, somos
resarchados e acusados de vândalos pelas mídias,
que também querem se manter no poder.

E a copa vem em cores verde e amarelo, como
espetáculo circense a encantar os olhos dos que
estão no poder, pois pobre que é pobre, só verão os jogos
pelas TV's de LCD que compram à prestação.

Futebol, paixão nacional.
Futebol paixão sem igual.
Tortura hedionda, em busca de paz.
E onde está a paz, a ordem e o progresso?
No espaço sideral, de certo?

Longe do alcance dos olhos que lacrimejam sangue,
e buscam vida digna humana em viver em humanidade.

E a copa vem aí, com pompas, se superando em glamour
destroçando esperanças das massas já sem graça, já sem forças,
já com pouca fé e esperança de que a vida se torne melhor
tipo assim, "padrão Copa do mundo".

Mas não custa sonhar,
não é a esperança a última que morre?

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário