segunda-feira, 21 de abril de 2014

Podemos ser melhores


Vês aquela garrafa pet vazia jogada na rua?

Alguns veem uma garrafa apenas.
Alguns veem "lixo".
Alguns veem uma garrafa que pode armazenar
água, sendo assim reutilizada.

Alguns dão valor.
Outros nem tanto, não dão valor algum, e
nem ao menos demostram educação ao
jogá-la na rua.

Já o artista e a criança, veem muitas
possibilidades, para ele é matéria prima.
Pode se tornar um carrinho, ou quem
sabe um avião, um cata-vento, um porta lápis,
um porta clips, um vaso (etc.).

Assim são as pessoas.
Cada um as veem de uma forma, e com seus
prejulgamentos, preconceitos, racismo, mente
opaca e arcaica classificam, discriminam e colocam
à esmo à margem da sociedade, pessoas que
são como garrafas, já tiveram uma utilidade um
dia, como qualquer uma a teve e tem.

Pessoas podem ser melhoradas quando querido em
seus corações e com a colaboração dos "iguais" enquanto
humanos, melhorados, não para se adequarem ao que
a maioria social exige, e sim ao que não faz mal a si
e aos outros, adquirindo o respeito, no complemento
ao que falta em cada humano, para que assim tenha-se
um todo embora heterogêneo, mais completo, mais
humano, mais harmônico, humanizado e mais feliz.

Cada um tem ao seu modo em condições físicas, psíquicas,
espirituais, morais e éticas algo a acrescentar ao todo.
Quer queiram, quer não queiram,
somo humanos, espalhados pelo mundo, partículas isoladas
que juntas formam um todo, unidade que em equilíbrio
e união, promovem um mundo mais justo a todos, e a cada
um que chamamos irmãos.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário