segunda-feira, 14 de abril de 2014

Amor, gás renovável


O amor existe e o gás é renovável.
Horas a chama diminui.
Horas a chama aumenta.
Horas se intensifica de tal maneira,
que dá lugar à paixão.

Aí, loucuras de amar acontecem.
Mas com o tempo normalizam.
Coração não aguentaria tanta explosão...
Tanta emoção e tanto fogo constantemente.

É preciso temperar.
É preciso assossego.
É preciso fogo brando,
porém no amor só não há pausas.
É sempre um continuidade.

Um sobe e desce.
Um vai e vem.
E tudo fica bem.

O amor é gás e gás renovável.
O amor existe e é gás natural.
O amor existe e isso é normal.
Pois no amor não há nenhum mal.

Só o bem se manifestando e promovendo
a vida em harmonia e abundância.
Onde a queima resulta no bem das almas
em elevação ao Criador.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário