sexta-feira, 11 de abril de 2014

Verdades


Indiretas.
Retas.
Tortas.
Certas e incertas.

Prefiro verdade.
Certezas.
Cara a cara.

Prefiro real.
Qual é o mal?

Não enxergo.
Não escuto.
Não atendo
o que não entendo e
o que fica subentendido.

Gosto de tudo às claras.
Feito o vento.
Bate na cara, e se vai.

Mais sei que foi o vento,
não importa qual apelido tenha
por onde passa.

O bom é a verdade.
Branca, morena, negra...

O sim e o não.
O quero, não quero.
O amo, não amo.
O beijo, não beijo.
O desejo, não desejo.

O que vem DIRETO.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário