terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Desconfortos no amor...


Às vezes pensar o amor que se vive, trás
certos desconfortos.

Foram tantas tentativas frustadas.
Foram tantas promessas quebradas.
Foram tantas desilusões.
Que o coração fica calejado.
Com um pezinho atrás.

São experiências de vida eu sei.
Mas quem deras se o amor fosse
para sempre como nos contos de fada.

É tão bom encontrar o amor...
Seria tão bom o felizes para sempre.

Mas as coisas mudaram muito.
Com o tempo o amor se modernizou.
Nos ensaios de amores
vamos ao encontro do verdadeiro amor.

Mas é sempre bom saber separar
as coisas e não introjetar lembranças do 
passado, nos momentos e amor do presente.

Ninguém tem culpa do que se viveu.
Se deu certo ou errado.
Viver o passado no presente que é pecado.

Passado já se foi, presente é  o que se tem.
Futuro, só a Deus pertence já dizia alguém.

Amar sim, é  oque temos pra hoje.
Se no passado falhou...
Se no passado decepções gerou.
O presente pode ser diferente.
Pode ser que no presente,
o amor seja o certo pra gente.

O que vale dizer?
Com medo ou sem medo não tem nada
a fazer, a não ser amar, numa entrega
de corpo, alma e espírito.

No amor, com certeza as consequências
sempre serão as melhores.
Que  o medo não nos afaste a sorte
de ser feliz e no amor ter encontrado
o norte!

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário