quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Já amei mais de uma vez!!




Já amei mais de uma vez.
São amores diferentes.

Muitos dizem que se ama somente uma vez.
Não acredito nesta hipótese,
nesta verdade dita por alguns.

É claro que existe amores arrebatadores.
Aqueles que fazem a gente flutuar,
e levantar a perna para trás ao beijar e
ao ser beijado.

Mas são raros amores assim.

Mais são amores de qualquer modo,
mesmo diferentes.
A diferença não descaracteriza o amor.

Amor arrebatador ou não.
É sempre amor, e sempre promove o bem.

Se foi embora, é por que o amor tomou outros
rumos, se deu conta que era outro tipo
de amor, se não o da amizade, o da saudade,
ou da doce lembrança do que se foi.

Amor, sempre é amor.
Não existe tamanho para o amor.
Existe sim qualidade.

Amor que é amor provoca o bem.
Bem em quantidade tamanha
que alavanca outros pelo exemplo, que
se alastra e transforma o mundo.

O que importa é viver o amor.
O que importa é buscar a qualidade
no amor...
O que importa é se entregar ao amor
e jamais deixar de amar e de ser amado.

Lembre-se o amor é como lagarta...
Se alimenta...
Se fortalece...
Se encasula...
E metamorfoseia em uma linda borboleta.

E assim voa, de flor em flor...
Distribuindo e multiplicando seu amor.

O amor é para todo o jardim.
Embora em casos especiais,
dois jardins viram um, e as
borboletas se domesticam a encantar
este belo jardim, até o dia que se vai
para encantar jardins maiores, tipo o céu.

By Adalmir Oliveira Campos
adalmir-campos.blogspot.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário