quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Seus beijos me atiçam...


Seus beijos me atiçam...
São como pólvora ao risco de
um fósforo que se acende.

É um calor que sobe por todo  o corpo
e faz transpirar, artimanhas cerebrais
para o corpo não infartar.

Estes beijos me atiçam...
Me arrepiam.
Me fazem querer amor.
Seja dia, seja noite,
cedo ou tarde, a qualquer
hora.

Estes beijos me atiçam...
São prenúncios de novas carícias.
São prenúncios de troca de salivas.
Lambidas, ambíguas e molhadas.

Estes beijos me atiçam...
Me enrijece músculos que não
consigo controlar.
Músculos que me levam a querer
cada minuto mais e mais te amar.

Estes beijos me atiçam...
Me fazem delirar.
Me levam à lua.
Ao céu, vislumbro o paraíso e
o mar.

Estes beijos me atiçam...
Fogos explosões.
São dinamites que provocam terremotos
em nossa cama.
Que enfurece, inflama, e cadencia
no ritmo do amor.

Estes beijos me atiçam...
Botam fogo.
Botam pra queimar.

Estes beijos me atiçam...
Mas sabem também como me acalmar.


Estes beijos são sublimes,
me atiçam sim.
Mas me fazem querer-te sempre
junto a mim.

Estes beijos me atiçam...
E fazem romance nosso amor.
É um love que agrada.
É um fogo, uma chama
que nunca se apaga.

Estes beijos me atiçam...
E feito fetiche me faz vulcão
a entrar em erupção
sempre que em você
estou a pensar.

Estes beijos me atiçam...
Me atraem, me conquistam.

E assim, vou seguindo
como asfalto quente
movido por estes beijos.

Quentes, doces, suaves, picantes,
gelados, suados, provocantes, sensuais,
normais e anormais... e que
me atiçam.

By Adalmir Oliveira Campos

adalmir-campos.blogspot.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário