sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Minha palma, sua palma


Minha palma.
Sua palma.
Nossas palmas.
Tudo num encaixe.

Mãos e dedos entrelaçados,
corpos nus, anexados um ao outro,
sorvendo prazer.

Corpos inertes.
Sentidos aguçados.
escuta-se apenas a respiração
e as batidas do coração.

As almas se encontram.
Os pensamentos se cruzam.
O sono vem.
E os sonhos se alinham.

Dois em um, tornam-se
o viver.

É a entrega.
É a confiança.
É a magia.
É o prazer.
É amor.

Minha palma.
Sua palma.
Nossas palmas.
Tudo num encaixe.

A provocar.
A conquistar.
A promover.
A unir eu e você.

União que faz bem.
União que faz viver.
União que eu quero
sempre entre eu e você.

By Adalmir Oliveira Campos

adalmir-campos.blospot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário