sábado, 11 de janeiro de 2014

Um pouco de solidão


No mundo não nascemos para a solidão.
Mas às vezes o desejo é de ficar só.
É dar um tempo para essa civilização.
Umas férias de tantas informações.

São tantas interferências que conosco mesmo
ficamos tão pouco...
E as influências são tantas que nos vagos momentos
em que estamos sozinhos, nossa mente
não consegue processar as informações
e a canseira continua na mente e psicomatiza
no corpo.

Nascemos interdependentes.
Mas precisamos também de nós mesmos.
Nascemos interdependentes mas tem horas
que uma ilha deserta nos cairia bem.

No mundo tantas pessoas em convívio...
No mundo tantas pessoas em embates umas com as outras.
No mundo tantas pessoas no trabalho.

São como formiguinhas que só param para dormir.
Não pensam nas suas vidas de formiga.
Não pensam no que realmente lhes é importante
para a vida..

E assim seguem alheias e alienadas ao que ocorre ao seu redor.
Sendo a preocupação maior vencer os leões de cada dia
e voltar para casa para repousar e recomeçar
tudo no amanhecer!

E o tempo do pensar?
E o tempo de estar só?
E o tempo de se avaliar, reavaliar e planejar
os rumos da vida?

O mundo é dinâmico.
O mundo é de uma continuidade que nos
pega sempre na ação, sempre em estado de vigília.

Mas é Bíblico o momento de estar só.
Mas é Bíblico o momento de orar.
Mas é Bíblico o momento de estar consigo,
e assim entrar em contato com Deus.
Mas é Bíblico eu sei, não se preocupar com o dia
de amanhã...

Mas os homens não desistem de amontoar tesouros.
Mas os homens não desistem de buscar o que não precisa
para viver feliz...

O que se dá na valorização do trabalho, do enriquecimento de poucos,
em detrimento das massas, que já nem olham o céu,
que já não vislumbram as estrelas,
que já nem se olham no espelho,
que já não apreciam o voar das borboletas,
que já não valorizam o cheiro do vento que trás a chuva,
que não curtem as águas dos rios, nem dos mares.
Que já não se entendem aos pares...
tão pouco consigo mesmos...

Às vezes é preciso estar só e ver o que realmente
é importante nessa vida.

By Adalmir Oliveira Campos

adalmir-campos.blogspot.com.br







Nenhum comentário:

Postar um comentário